Fundo de População da ONU promove atividades para integrar comunidades LGBTI em Roraima

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) realiza nesta quinta-feira (17), em Boa Vista (RR), ações de interação com a comunidade LGBTI do Brasil e da Venezuela. A atividade foi articulada com lideranças e organizações que atuam na promoção e defesa dos direitos humanos deste segmento populacional.

O objetivo é lembrar o Dia Internacional de Combate à LGBTIfobia, além de iniciar um levantamento das principais demandas de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexos no contexto da crise humanitária e de emergência.

Venezuelanos vivendo em tendas em Roraima. Foto: ONU Meio Ambiente/Daniel Stothart

Venezuelanos vivendo em tendas em Roraima. Foto: ONU Meio Ambiente/Daniel Stothart

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) realiza nesta quinta-feira (17), em Boa Vista (RR), ações de interação com a comunidade LGBTI do Brasil e da Venezuela. A atividade foi articulada com lideranças e organizações que atuam na promoção e defesa dos direitos humanos deste segmento populacional.

O objetivo é lembrar o Dia Internacional de Combate à LGBTIfobia, além de iniciar um levantamento das principais demandas de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexos no contexto da crise humanitária e de emergência.

Durante a ação, serão distribuídos informativos sobre enfrentamento à violência sexual e direitos da população LGBTI. Também serão disponibilizados preservativos e insumos de prevenção de infecções sexualmente transmissíveis.

Além do diálogo com as pessoas LGBTI que estão acolhidas nos abrigos, a equipe do UNFPA percorrerá os espaços públicos de convivência, a fim de convidar para a primeira Roda de Conversa UNFPA & LGBTI, que será realizada no dia 23 de maio, às 19 horas no Centro de Referência ao Imigrante (Campi Paricarana da UFRR).


Mais notícias de:

Comente

comentários