Fundo de População da ONU debate parcerias com município de Duque de Caxias (RJ)

O coordenador de juventude de Duque de Caxias (RJ), Ewerton Vital, visitou a sede do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) em Brasília (DF) no início de outubro (8) para apresentar projetos de investimento em jovens do município e se colocar à disposição para ampliar o debate e estabelecer futuras parcerias.

Na ocasião, o oficial de programa para Juventude e HIV do UNFPA, Caio Oliveira, lembrou que o investimento na juventude é urgente. No Brasil, existem quase 50 milhões de jovens, e ao menos 11 milhões estão fora do mercado de trabalho e das instituições de ensino, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Coordenador de juventude do município de Duque de Caxias (RJ), Ewerton Vital entregou a moção "Parceiros da Juventude" em reconhecimento aos trabalhos prestados pelo UNFPA. Foto: Divulgação/Ewerton Vital

Coordenador de juventude do município de Duque de Caxias (RJ), Ewerton Vital entregou a moção “Parceiros da Juventude” em reconhecimento aos trabalhos prestados pelo UNFPA. Foto: Divulgação/Ewerton Vital

O coordenador de juventude de Duque de Caxias (RJ), Ewerton Vital, visitou a sede do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) em Brasília (DF) no início de outubro (8) para apresentar projetos de investimento em jovens do município e se colocar à disposição para ampliar o debate e estabelecer futuras parcerias.

Na ocasião, o oficial de programa para Juventude e HIV do UNFPA, Caio Oliveira, lembrou que o investimento na juventude é urgente. No Brasil, existem quase 50 milhões de jovens, e ao menos 11 milhões estão fora do mercado de trabalho e das instituições de ensino, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

“Temos a maior geração de jovens da história no Brasil e no mundo. Não podemos perder a janela do bônus demográfico, que é quando temos mais população ativa em capacidade de produção do que o contrário. É muito importante olhar para as demandas dos setores produtivos e fornecer capacitações”, observou.

Oliveira apresentou o projeto realizado em parceria com o Governo do Distrito Federal (GDF), já em andamento, que prevê uma série de capacitações e direcionamento de jovens ao mercado, inclusive daqueles que cumprem medidas socioeducativas no DF. O projeto prevê a chancela das Nações Unidas para aquelas empresas que estiverem dispostas a acolher novos funcionários capacitados por este modelo.

Vital apresentou alguns projetos de Duque de Caxias para a juventude, como iniciativas de capacitação para falar sobre saúde sexual e reprodutiva; um programa de prevenção à gravidez não intencional e ao HIV; financiamento a projetos de tecnologia em comunidades pobres; e fomento a jovens nas áreas rurais.

“Conseguir reestruturar e formar essa juventude é nossa prioridade. Se perdemos o ‘timing’, não conseguiremos formar e desenvolver essa geração. Estamos abertos para contar com apoio do Fundo de População da ONU”, afirmou o coordenador.