Fundo de Democracia das Nações Unidas convida organizações da sociedade civil para solicitar financiamento

O Fundo de Democracia das Nações Unidas (UNDEF) convida organizações da sociedade civil a se candidatarem ao financiamento de projetos para avançar e apoiar a democracia. As propostas podem ser enviadas on-line entre 15 de novembro de 2010 e 31 de dezembro de 2010 em http://www.un.org/democracyfund

O Fundo de Democracia das Nações Unidas (UNDEF) convida organizações da sociedade civil a se candidatarem ao financiamento de projetos para avançar e apoiar a democracia. As propostas podem ser enviadas on-line entre 15 de novembro de 2010 e 31 de dezembro de 2010 em www.un.org/democracyfund, onde os candidatos também podem encontrar orientações, perguntas e respostas e lições aprendidas em rodadas anteriores no site www.un.org/democracyfund/Applicants/applicants_index.html. Aqueles que planejam se candidatar são fortemente encorajados a visitar esta página o mais rapidamente possível para se familiarizarem com a documentação necessária.

Somente inscrições on-line em inglês ou francês serão aceitas.

O UNDEF apóia projetos que fortaleçam a voz da sociedade civil, promovam os direitos humanos e incentivem a participação de todos os grupos nos processos democráticos. A grande maioria dos financiamentos do UNDEF é destinada a organizações da sociedade civil – tanto nas fases de transição como de consolidação da democratização. Desta forma, o UNDEF desempenha um papel inovador e distinto em termos de complementação do trabalho mais tradicional da ONU – o trabalho com os governos – para fortalecer a governança democrática em todo o mundo.

Esta é a quinta rodada de financiamento a ser lançada pelo UNDEF, que oferece subsídios no valor de até 500 mil dólares por projeto. Em quatro rodadas de investimento até agora, o UNDEF já apoiou mais de 330 projetos em 115 países, num total de 93 milhões de dólares. Os pedidos estão sujeitos a um processo de seleção muito rigoroso e competitivo, com cerca de 3% de todas as candidaturas aprovadas para financiamento. Os projetos duram dois anos e se enquadram em uma ou mais de seis áreas principais:

  • Desenvolvimento comunitário
  • Estado de Direito e direitos humanos
  • Ferramentas para a democratização
  • Mulheres
  • Juventude
  • Mídia