Fundo agrícola da ONU realiza missão ao Piauí para deliberar sobre repasse de R$ 53 mi

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) deu início nesta semana (22) a uma visita técnica que decidirá pela liberação de 53 milhões de reais para o Projeto Viva o Semiárido (PVSA), iniciativa da agência da ONU para as comunidades rurais do Piauí. O governo do estado deverá desembolsar o mesmo valor para novas iniciativas no âmbito do programa, que é executado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR).

Projeto Viva o Semiárido fortalece negócios de pequenos agricultores no Piauí. Foto: FIDA/Manoela Cavadas

Projeto Viva o Semiárido fortalece negócios de pequenos agricultores no Piauí. Foto: FIDA/Manoela Cavadas

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) deu início nesta semana (22) a uma visita técnica que decidirá pela liberação de 53 milhões de reais para o Projeto Viva o Semiárido (PVSA), iniciativa da agência da ONU para as comunidades rurais do Piauí. O governo do estado deverá desembolsar o mesmo valor para novas iniciativas no âmbito do programa, que é executado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR).

Uma equipe do organismo das Nações Unidas está participando de reuniões para conhecer a proposta de trabalho referente aos 106 milhões de reais que serão investidos no PVSA. Nesta quarta-feira, uma parte dos especialistas do FIDA começaram o trabalho de campo, que se estende até a próxima sexta-feira (25). A outra parte do grupo segue em Teresina para encontros com as partes envolvidas na implementação do projeto.