Fundação premia projetos brasileiros que fomentam inovação nas escolas

A Fundação Telefônica Vivo anunciou na semana passada (14) os cinco projetos vencedores do Desafio Inova Escola, iniciativa que visa estimular projetos de inovação no ambiente escolar. Entre os vencedores, estão escolas de Maranhão, Pará, Pernambuco e Rio de Janeiro.

Cada uma receberá assessoria técnica especializada por seis meses, a fim de apoiar a implementação e avaliação do plano de inovação, apoio financeiro de até 10 mil reais e intercâmbio com outras escolas inovadoras do país. A iniciativa teve a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como parceira.

O Desafio Inova escola contou com a parceria da representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil. Foto: Fundação Telefônica Vivo

O Desafio Inova escola contou com a parceria da representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil. Foto: Fundação Telefônica Vivo

A Fundação Telefônica Vivo anunciou na semana passada (14) os cinco projetos vencedores do Desafio Inova Escola, iniciativa que visa estimular projetos de inovação no ambiente escolar.

Os vencedores foram Inova IEMA, do Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Unidade Plena Itaqui Bacanga, de São Luís (MA); Guerreiros do campo, da EMEF Joana Darc, em Nova Esperança do Piriá (PA); Bastião Atômico, da Escola Municipal de Tempo Integral São Sebastião, em Jaboatão dos Guararapes (PE); Itavivo, da Escola Municipal Constâncio Maranhão, em Vitória de Santo Antão (PE); e IFF9!, do IFF – Instituto Federal Fluminense Campus Itaperuna, em Itaperuna (RJ).

Cada uma receberá assessoria técnica especializada por seis meses, a fim de apoiar a implementação e avaliação do plano de inovação, apoio financeiro de até 10 mil reais e intercâmbio com outras escolas inovadoras do país.

Os vencedores foram escolhidos por um júri de especialistas entre 1.250 equipes de educadores, de 1.180 escolas. Todos os estados brasileiros, mais o Distrito Federal, foram representados, totalizando, 763 municípios. Escolas públicas responderam por 90% das inscrições. Deste total, foram selecionados 25 finalistas das cinco regiões do país que, além de concorrerem ao prêmio nacional, receberam voto popular.

Entre os 25 finalistas, os vencedores regionais pelo voto popular foram: Arteduca, da EE Professora Zeni Vieira, em Sinop (MT), pela região Centro-Oeste; Equipe Santa Terezinha, da Escola Municipal Santa Terezinha, em Coruripe (AL), pelo Nordeste; Nenhum a menos!, da Escola Estadual Ministro Waldemar Pedrosa, em Parintins (AM), pela região Norte; Juntos somos mais fortes, da EMEF Cândida Soares Machado, em Guarapari (ES), pela região Sudeste; e Urbano, da EMEFE Pe. Urbano Teixeira da Fonseca, em Guaramirim (SC), na região Sul. Cada um recebeu um certificado pelo potencial de mobilização da comunidade escolar.

O Desafio Inova Escola é promovido pelo Programa ProFuturo, da Fundação Telefônica Vivo e Fundação Bancária “la Caixa”. Seu objetivo é fomentar processos inovadores no âmbito escolar que favoreçam a construção de uma cultura de inovação na escola e o desenvolvimento dos estudantes nas competências para o século 21. O Desafio tem caráter colaborativo, no qual educadores constroem, em equipes, projetos que possam melhorar o ambiente escolar por meio de uma trilha formativa.

O Desafio Inova escola contou com a parceria da Representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) e do Movimento de Inovação na Educação. A iniciativa também teve a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC).

Saiba mais sobre os projetos vencedores.