Fundação Banco do Brasil divulga projetos sociais reconhecidos por premiação em parceria com a ONU

A Fundação Banco do Brasil divulgou nesta terça-feira (25) o resultado da primeira fase do seu Prêmio de Tecnologia Social. Das 735 iniciativas inscritas neste ano, 173 foram consideradas aptas para receber a certificação oferecida pela instituição. Em 2017, a premiação conta com a parceria da UNESCO, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do Banco Mundial e do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD).

Fundação Banco do Brasil reconhece projetos sociais. Imagem: Fundação BB

Fundação Banco do Brasil reconhece projetos sociais. Imagem: Fundação BB

A Fundação Banco do Brasil divulgou nesta terça-feira (25) o resultado da primeira fase do seu Prêmio de Tecnologia Social. Das 735 iniciativas inscritas neste ano, 173 foram consideradas aptas para receber a certificação oferecida pela instituição. Em 2017, a premiação conta com a parceria da UNESCO, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do Banco Mundial e do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD).

As propostas participantes da competição foram classificadas em seis categorias nacionais. Do total escolhido para a certificação, 15 são tecnologias sociais na área de Agroecologia; 27 em Água e/ou Meio Ambiente; 11 em Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital; 40 em Economia Solidária; 52 em Educação e 16 em Saúde e Bem-Estar. Para a categoria internacional, classificaram-se 12 experiências inscritas.

Com a certificação, as iniciativas passam a compor o Banco de Tecnologia Social (BTS) da Fundação BB, que conta agora com 995 iniciativas aptas para reaplicação. O BTS é uma base de dados online que reúne metodologias reconhecidas por promoverem a resolução de problemas comuns a diferentes comunidades brasileiras.

Na plataforma, todas as tecnologias sociais podem ser consultadas por tema, entidade executora, público-alvo, região, unidade federativa, entre outros parâmetros de pesquisa. Para consultar o banco, basta acessar o endereço eletrônico tecnologiasocial.fbb.org.br. Também é possível consultar a base de dados través do aplicativo de celular “Banco de Tecnologias Sociais”, disponível para aparelhos Android e IOS.

Em 2017, agências da ONU se uniram à Fundação BB para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, os ODS. Cada uma das categorias da premiação está associada a um desses objetivos globais.

A próxima etapa do Prêmio será a divulgação dos projetos finalistas, prevista para o dia 1º de agosto, e dos projetos vencedores, que serão anunciados na cerimônia de premiação, em novembro.

Neste ano, a Fundação BB irá premiar com 50 mil reais cada uma das seis iniciativas vencedoras nas categorias nacionais. A iniciativa também vai entregar um troféu e produzir um vídeo de divulgação para as 21 instituições finalistas nacionais e as três finalistas internacionais.

“Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas através do reconhecimento e da reaplicação de tecnologias sociais que já deram certo em diversas localidades. Aproximamos a sabedoria popular ao conhecimento técnico para proporcionar o desenvolvimento social em escala”, explicou o presidente da Fundação BB, Asclepius Soares. Para o dirigente, a certificação trará mais visibilidade para cada projeto reconhecido.

Confira a lista de tecnologias certificadas em: https://goo.gl/r91Lcz.

Entenda a categoria internacional

Pela primeira vez, a Fundação BB abriu inscrições para iniciativas dos países da América Latina e do Caribe. Elas concorrem na premiação internacional. Desse grupo, 12 receberão a certificação. As tecnologias sociais da categoria também irão compor o BTS, após a tradução dos projetos para o português. O Prêmio de Tecnologia Social é realizado a cada dois anos, sendo considerado um dos principais para o terceiro setor.