Fórum sobre Questões Indígenas começa nesta segunda-feira na sede da ONU

“Agora é o momento de os povos indígenas estarem na vanguarda de uma agenda transformadora que não deixa ninguém para trás”, declarou o vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson.

Índio Pataxó durante Festival Nacional da Cultura Indígena Foto: Flickr/Wilfred Paulse (Creative Commons)

Índio Pataxó durante Festival Nacional da Cultura Indígena Foto: Flickr/Wilfred Paulse (Creative Commons)

Com o prazo final para a adoção da agenda de desenvolvimento no horizonte, 2015 representará um ano fundamental para a segurança e prosperidade dos povos indígenas do mundo, afirmou nesta segunda-feira (20) o vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson, em declaração na abertura da 14º sessão do Fórum Permanente sobre Questões Indígenas da Organização.

“O futuro do bem-estar dos povos indígenas do mundo é uma parte crucial deste ano crítico”, declarou Eliasson. “Agora é o momento de os povos indígenas estarem na vanguarda de uma agenda transformadora que não deixa ninguém para trás.”

Referindo-se a Conferência Mundial sobre Povos Indígenas do ano passado, Eliasson elogiou os representantes por terem alcançado um “marco histórico” na relação entre os povos indígenas e os Estados-membros.

Os países reafirmaram seu apoio à Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas e concordaram em estabelecer objetivos e compromissos sobre educação, território e meios de subsistência.

O Fórum deste ano durará duas semanas, com data de encerramento em 1 de maio. O evento abordará os direitos econômicos, sociais e culturais dos povos indígenas.