Fórum de Governança da Internet ocorre na semana que vem na sede da UNESCO, em Paris

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Representantes de governos, setor privado e comunidade tecnológica se reunirão na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em Paris, para o 13º Fórum de Governança da Internet (IGF, na sigla em inglês), a ser realizado de 12 a 14 de novembro. Convocado pelo secretário-geral da ONU, o fórum busca divulgar discussões abertas e inclusivas sobre questões globais de Internet.

Foto: IGF

Foto: IGF

Representantes de governos, setor privado e comunidade tecnológica se reunirão na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em Paris, para o 13º Fórum de Governança da Internet (IGF, na sigla em inglês), a ser realizado de 12 a 14 de novembro. Convocado pelo secretário-geral da ONU, o fórum busca divulgar discussões abertas e inclusivas sobre questões globais de Internet.

A tecnologia digital se tornou uma parte importante da vida contemporânea, com avanço em ritmo sem precedentes. O objetivo do fórum é facilitar discussões que olhem uma série de ações que podem ser tomadas para garantir uma “Internet de confiança”. Promove diálogos e encoraja a troca de ideias para uma melhor governança da Internet, para que esta seja um ambiente seguro e confiável para todos.

A programação do fórum pode ser encontrada no site do evento (clique aqui), mantido pelo secretariado do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (DESA). Todas as principais sessões estarão disponíveis em todas as línguas oficiais das Nações Unidas, e um link no YouTube para transmissão ao vivo será publicado na página do IGF.

O fórum também pode ser acompanhado online, sendo possível interagir ao enviar questões por texto ou intervenções de áudio e vídeo.

Esta será a primeira vez que o secretário-geral da ONU participará do fórum diretamente. A expectativa é de que o presidente francês, Emmanuel Macron, e a chanceler alemã, Angela Merkel, também discursem ao fórum.


Mais notícias de:

Comente

comentários