FIFA e ONU Mulheres firmam primeira parceria em prol da igualdade de gênero no esporte

A federação futebolística e a agência das Nações Unidas vão trabalhar em estreita colaboração com autoridades públicas, organizações internacionais, setor privado e empresas de mídia e esportes para tornar o futebol mais acessível às mulheres e meninas. Um dos objetivos da parceria será disseminar conteúdos esportivos diversos para promover a igualdade entre homens e mulheres.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Horas antes do jogo de abertura da Copa de Futebol Feminino 2019 na França, a ONU Mulheres e a Federação Internacional de Futebol (FIFA) firmaram na sexta-feira (7) a sua primeira parceria, com o objetivo de promover a igualdade de gênero no esporte. A cooperação foi formalizada durante a Convenção de Futebol Feminino da FIFA, em Paris.

“Este é um momento significativo para a FIFA, pois somamos forças com a ONU Mulheres para realizar a igualdade de gênero para mulheres dentro e fora de campo”, afirmou no evento o presidente da FIFA, Gianni Infantino.

“Juntos, vamos aumentar a conscientização sobre o futebol feminino e o seu impacto em termos de saúde, empoderamento e exemplos positivos para mulheres e meninas em todo o mundo.”

A federação futebolística e a agência das Nações Unidas vão trabalhar em estreita colaboração com autoridades públicas, organizações internacionais, setor privado e empresas de mídia e esportes para tornar o futebol mais acessível às mulheres e meninas. Um dos objetivos da parceria será disseminar conteúdos esportivos diversos para promover a igualdade entre homens e mulheres.

As instituições também decidiram aproveitar os grandes eventos esportivos para proporcionar um legado de transformações nos níveis social, político e econômico. A meta da FIFA e da ONU Mulheres é desafiar formas persistentes de discriminação e estereótipos que atrasam o progresso de todas e todos.

“A ONU Mulheres e a FIFA estão empenhadas em nivelar as oportunidades para mulheres e meninas, utilizando o apelo de massa do futebol para trazer mudanças positivas em todo o mundo. Estamos confiantes de que essa parceria fará uma diferença real para a eliminação da desigualdade de gênero que vemos atualmente em todos os esportes e em toda a sociedade, sabendo que os benefícios disso são para todos”, disse a diretora-executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka.

O acordo de cooperação apresenta três principais áreas de trabalho conjunto: o desenvolvimento de políticas esportivas; a promoção e o apoio de projetos sustentáveis que ajudarão a criar um legado duradouro para a mudança cultural e o empoderamento de mulheres e meninas em todo o mundo; e ações de comunicação para aumentar a conscientização sobre a igualdade de gênero por meio do esporte, contando com o apoio, por exemplo, das lendas da FIFA, das embaixadoras da Boa Vontade da ONU Mulheres e dos grandes torneios.

A Convenção da FIFA sobre Futebol Feminino reuniu líderes do mundo do esporte e da política para discutir o desenvolvimento do futebol feminino e os benefícios sociais do esporte para mulheres e meninas.


Comente

comentários