Feira apoiada por agências da ONU em Salvador apresenta soluções de combate ao zika

Centenas de expositores apresentarão um conjunto de soluções de combate a doenças transmitidas por mosquitos na Feira de Soluções para a Saúde — Zika, que ocorre em Salvador (BA) de 8 a 10 de agosto. Os interessados podem cadastrar suas soluções até 14 de julho no site www.feirazika.unb.br.

Reunindo parceiros nacionais e internacionais, a feira é apoiada por Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), ONU Mulheres e do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), sendo patrocinada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS).

Estudos estabeleceram relação entre microcefalia e zika. Foto: EBC

Estudos estabeleceram relação entre microcefalia e zika. Foto: EBC

Centenas de expositores apresentarão um conjunto de soluções de combate a doenças transmitidas por mosquitos na Feira de Soluções para a Saúde — Zika, que ocorre em Salvador (BA) de 8 a 10 de agosto. Os interessados podem cadastrar suas soluções até 14 de julho no site www.feirazika.unb.br. As inscrições podem ser feitas até 31 de julho.

Reunindo parceiros nacionais e internacionais, a feira é coordenada pela FIOCRUZ Brasília e pelo Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde da FIOCRUZ Bahia (CIDACS), e conta com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), da ONU Mulheres e do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA). A iniciativa também tem o patrocínio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS).

A Feira de Salvador será a primeira de uma série de cinco — cada uma realizada em uma região do país. Todas reunirão pesquisadores, instituições dos setores público e privado e movimentos sociais interessados e comprometidos com o combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Haverá atividades como rodas de conversa, apresentações orais, mesas redondas, oficinas, estandes, manifestações culturais e espaços de comunicação em saúde.

Durante os três dias do evento, a programação apresentará soluções de caráter social, industrial e de serviços que podem, em muitos casos, ser reproduzidas por pessoas e instituições em todo o Brasil e até no exterior. As soluções serão cadastradas no site do evento que também servirá de banco de dados para a saúde.

Outra atração da feira será o “hackathon”, maratona tecnológica em que os participantes serão desafiados a propor o desenvolvimento de softwares ou aplicativos que facilitem a prevenção e o combate a arboviroses como zika, dengue e chikungunya.

Nos dois primeiros dias da feira, a programação contempla também o Seminário Internacional da Resposta Brasileira ao Zika, organizado pelo UNICEF e parceiros.

O seminário é uma oportunidade de aprendizado sobre melhores práticas de prevenção do mosquito Aedes aegypti e as estratégias de apoio às mulheres gestantes, famílias e cuidadores de crianças com a síndrome congênita do zika e outras deficiências em âmbito nacional e internacional.

Durante o seminário, especialistas nacionais e internacionais, gestores, pesquisadores, conselheiros de direitos, profissionais de saúde, educação e assistência social e mulheres — mães e cuidadores de crianças — compartilharão as lições aprendidas sobre o estímulo de crianças com alterações no desenvolvimento tanto no ambiente domiciliar como escolar, assim como trocarão informações sobre apoio psicossocial e garantia de direitos. As vagas para esse seminário são limitadas e haverá inscrição prévia.

Os eventos fazem parte do projeto Plataforma de Vigilância de Longo Prazo para Zika vírus e microcefalia no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), financiado pelo Ministério da Saúde e pela FIOCRUZ.

Além das agências da ONU, a Feira Soluções para a Saúde – Zika incorpora parceiros importantes como a Universidade de Brasília (UnB), o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Primeira Região (CREFITO1), o Conselho Nacional das Secretarias Municipais da Saúde (CONASEMS), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), a Rede Nacional de Especialistas em Zika e Doenças Correlatas (RENEZIKA), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/CIMATEC) e o Sistema FIEB.

A iniciativa também é patrocinada por Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, Agência Nacional de Vigilância Sanitária e os seguintes órgãos do Ministério da Saúde: Departamento de Ciência e Tecnologia, Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos e Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde.

A Feira Soluções para a Saúde – Zika será realizada no CIMATEC (Av. Orlando Gomes, 1845, Piatã, Salvador, BA).


Comente

comentários