FAO lança livro de bolso com dados sobre o estado da nutrição no mundo

Ao apresentar dados do Brasil, a publicação mostra que, em 2014, entre os adultos, 52,4% homens e 51% das mulheres estão obesos.

Uma criança é medida para determinar se está desnutrida no Mali. Foto: OCHA

Uma criança é medida para determinar se está desnutrida no Mali. Foto: OCHA

Durante a Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição, em Roma, na Itália, nesta semana, a Organização da ONU para a Alimentação e a Agricultura (FAO) publicou o livro de bolso “Nutrição e Alimentação em Números”, que oferece dados abrangentes sobre o estado da nutrição em todas as regiões do mundo.

Entre os temas da publicação destacam-se a deficiência de micronutrientes, o sobrepeso, a obesidade e as doenças não transmissíveis, no período de 1990 até o momento. Além disso, a publicação oferece indicadores na relação entre nutrição, saúde e meio ambiente; detalha sobre o consumo e os preços dos alimentos; e mostra informações sobre as emissões do carbono e o uso do solo; entre outros.

Apesar dos avanços na redução do número de pessoas com fome no mundo, ainda existem cerca de 2 bilhões de pessoas deficientes em micronutrientes. Ao mesmo tempo, houve um aumento no desperdício de alimentos e da obesidade em todo o mundo.

Ao apresentar dados do Brasil deste ano, a publicação mostra que, entre os adultos, 52,4% homens e 51% das mulheres estão obesos. Já entre as crianças, 6,9% dos meninos e 7,7 das meninas estão obesas, enquanto que 2,2% dos meninos e 2,1% das meninas estão abaixo do peso.

Além disso, o número de mulheres grávidas com anemia caiu de 40,6% em 1992, para 32,8% em 2014. Já entre as mulheres não grávidas, o número caiu um pouco mais, de 26% para 18,5%, no mesmo período.

“Esse é o ponto de partida para analisar a política alimentar de cada país baseada em evidências e para obter uma imagem mais completa dos impactos na saúde e ambientais associados com a nutrição”, disse o diretor adjunto da Divisão de Estatísticas da FAO, Josef Schmidhuber, acrescentando que a nutrição é fundamental para o desenvolvimento dos países.

O livro de bolso está disponibilizado para uso e acesso em diversos formatos, incluindo em aplicativos para telefones e outros dispositivos móveis. Para ter acesso a publicação online, clique aqui.