Ex-diretora de assistência internacional dos EUA é nomeada chefe do UNICEF

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Henrietta Fore foi a primeira mulher a liderar a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e a ocupar o cargo de diretora da Assistência Externa do Departamento de Estado dos EUA. Dirigente traz para a ONU mais de quatro décadas de experiência em assistência humanitária, saúde, educação e cooperação com países em desenvolvimento.

Henrietta Fore, nova diretora-executiva do UNICEF. Foto: Flickr (CC)/Asia Society

Henrietta Fore, nova diretora-executiva do UNICEF. Foto: Flickr (CC)/Asia Society

O secretário-geral da ONU, António Guterres, anunciou neste mês (22) a nomeação da norte-americana Henrietta Fore para a chefia do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). A dirigente traz para a agência mais de quatro décadas de experiência em assistência humanitária, saúde, educação e cooperação com países em desenvolvimento. Gestora passou por cargos no serviço púbico, no setor privado e em instituições sem fins lucrativos.

Henrietta foi a primeira mulher a liderar a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e a ocupar o cargo de diretora da Assistência Externa do Departamento de Estado dos EUA, funções que desempenhou no período de 2006 a 2009.

Antes, trabalhou como subsecretária de Estado para Gerenciamento e oficial-chefe de operações do Departamento de Estado norte-americano. De 2001 a 2005, a gestora dirigiu o braço do Tesouro estadunidense responsável pela fabricação e distribuição de moedas aos bancos e reservas federais.

A norte-americana também integrou os conselhos da Corporação Ultramarina de Investimento Privado (OPIC, na sigla em inglês), da Corporação Millennium Challenge, do Centro para Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS, na sigla em inglês), do Instituto Aspen, do Comitê para Encorajamento da Filantropia Corporativa (CECP, em inglês) e do Centro para o Desenvolvimento Global (CGD, em inglês).

Henrietta foi copresidente da Asia Society e da Women Corporate Directors, além de ter presidido a Iniciativa de Investimento do Oriente Médio. De 1989 a 1993, atuou como administradora-assistente para a Ásia e administradora-assistente para o setor privado da USAID.

A dirigente é formada em História pela Universidade Wellesley e tem mestrado em Administração Pública pela Universidade do Norte do Colorado.

A decisão de António Guterres veio após consultas junto aos membros do Conselho Executivo do UNICEF, atualmente presidido pela própria Henrietta. A nova diretora-executiva do UNICEF é também CEO da Holsman International, uma companhia de investimentos, indústria e consultoria.


Mais notícias de:

Comente

comentários