Evento reúne jovens universitários de todo o país para discussão sobre temas globais

De 14 a 17 de outubro ocorreu a 9ª edição da Simulação da Organização das Nações Unidas (SIONU), evento que congrega anualmente estudantes de todo o Brasil, de diversas instituições universitárias e outras de formação superior, como a Escola Naval e a Academia da Força Aérea.

De 14 a 17 de outubro ocorreu a 9ª edição da Simulação da Organização das Nações Unidas (SIONU), evento que congrega anualmente estudantes de todo o Brasil, de diversas instituições universitárias e outras de formação superior, como a Escola Naval e a Academia da Força Aérea.

Da esquerda para a direita: o estudante de Relações Internacionais Gabriel Buzzi, responsável pela organização; o Coronel Pedro de Pessoa, Comandante do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB); o Vice-Reitor da Estácio de Sá, Carlos Kubrusly; o professor Ronald Paschoal, atual coordenador do curso de Relações Internacionais da Universidade Estácio de Sá; e Gustavo Barreto, representando o Centro de Informações da ONU no Rio de Janeiro (UNIC Rio).

Da esquerda para a direita: o estudante de Relações Internacionais Gabriel Buzzi, responsável pela organização; o Coronel Pedro de Pessoa, Comandante do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB); o Vice-Reitor da Estácio de Sá, Carlos Kubrusly; o professor Ronald Paschoal, atual coordenador do curso de Relações Internacionais da Universidade Estácio de Sá; e Gustavo Barreto, representando o Centro de Informações da ONU no Rio de Janeiro (UNIC Rio).

O ciclo de simulação de 2010 aconteceu na Universidade Estácio de Sá, que vem sediando o evento desde 2002. A palestra de abertura contou com a participação do professor Ronald Paschoal, atual coordenador do curso de Relações Internacionais da Universidade Estácio de Sá; o Vice-Reitor da Estácio de Sá, Carlos Kubrusly; o estudante de Relações Internacionais Gabriel Buzzi, responsável pela organização; Gustavo Barreto, representando o Centro de Informações da ONU no Rio de Janeiro (UNIC Rio); e o Coronel Pedro de Pessoa, Comandante do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB). Cerca de 100 pessoas acompanharam a abertura.

Representando o UNIC Rio, que dá apoio ao evento com informações e materiais sobre a ONU, Gustavo Barreto destacou a importância do evento na formação de novos líderes globais. Lembrando o Ano Internacional da Juventude, instituído pela Assembleia Geral das Nações Unidas e cujas atividades ocorrem entre agosto 2010 a agosto 2011 com o tema “Diálogo e Entendimento Mútuo”, ele ressaltou que os jovens podem contribuir enormemente para o desenvolvimento e o entendimento entre os cidadãos, principalmente em uma era tão interligada e conectada.

O Coronel Pessoa falou sobre o Sistema ONU a partir de sua experiência e das atividades que o CCOPAB mantem com a Organização, destacando a liderança do Brasil na reconstrução e estabilização do Haiti. Pessoa enfatizou também a importância do multilateralismo no atual cenário internacional. Ronald Paschoal agradeceu a presença de todos e parabenizou a Estácio de Sá e os alunos pelo espírito de empreendedorismo. O estudante Gabriel Buzzi fez um discurso ressaltando a importância do entendimento mútuo entre os povos, lembrando que três quartos dos conflitos atuais têm implicações culturais.

A SIONU é reconhecida pelo UNIC Rio e faz parte do GMUN – Global Model of United Nations, modelo do Sistema ONU de caráter internacional. Na condução das atividades, os alunos contam com a participação dos professores do Curso de Relações Internacionais da Estácio de Sá, que os auxiliam na elaboração dos Guias de Discussão.