Evento debate indicadores de sustentabilidade para empresas de mídia

Nos dias 21 e 22 de outubro acontece em Brasília o seminário latino-americano “Indicadores de sustentabilidade para o setor de mídia” para discussão da primeira versão de uma ferramenta que vem sendo desenvolvida no plano internacional sob coordenação da organização Global Reporting Initiative (GRI): o Suplemento Setorial de Indicadores de Sustentabilidade para Empresas de Mídia.

UNESCONos dias 21 e 22 de outubro acontece em Brasília o seminário latino-americano “Indicadores de sustentabilidade para o setor de mídia”. O evento objetiva discutir, com representantes dos meios de comunicação e de entidades sociais de toda a região, a primeira versão de uma ferramenta que vem sendo desenvolvida no plano internacional sob coordenação da organização Global Reporting Initiative (GRI): o Suplemento Setorial de Indicadores de Sustentabilidade para Empresas de Mídia. O seminário ocorre por iniciativa da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI), Fundação AVINA, Representação da UNESCO no Brasil, Fundación Nuevo Periodismo Iberoamericano (FNPI) e Universidade Javeriana da Colômbia, com apoio da Fundação Ford.

O evento faz parte de processo iniciado pela Fundação AVINA, por meio de seu escritório da Colômbia, visando oferecer às empresas do campo da comunicação instrumentos confiáveis para a elaboração de diagnósticos com foco em suas ações de responsabilidade social corporativa. Como base para este processo, está sendo utilizada a metodologia do GRI, organização internacional com sede na Holanda, que desenvolveu um quadro de referência para relatórios de sustentabilidade adotado atualmente pelas maiores companhias do planeta (Petrobras, Holcim, Shell, Cemex, Bradesco, Itaú Unibanco, Symantec, Merck, Coca Cola e Repsol são alguns exemplos).

Participam do encontro tanto profissionais de empresas de comunicação quanto representantes de organizações com interesse no setor, vindos da Argentina (Telefe, Periodismo Social), Chile (El Mercurio), Equador (El Universo), Paraguai (Última Hora) e Peru (RPP). Do Brasil, estarão presentes Rede Globo de Televisão, O Estado de S. Paulo, Grupo Abril, Associação Nacional de Editores de Revistas, Associação Nacional de Jornais, Federação Nacional de Jornalistas, IPEA, Coletivo Intervozes, Observatório da Imprensa, Rede Nacional de Observatórios de Imprensa e Laboratório de Políticas de Comunicação da Universidade de Brasília. O Centro de Desenvolvimento das Telecomunicações e Acesso à Sociedade da Informação na América Latina (CERTAL) também integra o grupo.

A Representação da UNESCO no Brasil se soma a esta iniciativa em um esforço regional de colocar em destaque o aprofundamento do debate sobre indicadores para o setor, tendo como guarda-chuva os Indicadores de Desenvolvimento da Mídia lançados pela organização em 2008. Andrew Puddephat, consultor da organização e fortemente envolvido na concepção dos indicadores da UNESCO, estará presente no evento.

Indicadores setoriais

O GRI tem formatado, além de seu conjunto de indicadores básicos, uma série de parâmetros adicionais para setores empresariais específicos. É nesse contexto que, desde 2008, teve início a construção de um complemento dirigido ao setor da mídia. A versão preliminar dos indicadores foi elaborada por um Grupo de Trabalho formado por representantes de empresas de comunicação e de organizações da sociedade civil. Entre as primeiras, podem ser citadas Warner Brothers, Vivendi, Berteslmann, BBC, The Guardian, Australian Broadcasting Corporation e Grupo Clarín. Já entre os stakeholders, participam especialistas de entidades como Transparência Internacional, Federação Internacional de Jornalistas, Global Forum for Media Development e The Nature Conservancy. Da América Latina, estão presentes ANDI e Alianzas para la Sostenibilidad (ALISOS).

Os resultados do seminário que se realiza em Brasília serão apresentados ao Grupo de Trabalho, que também recebeu contribuições à proposta inicial do instrumento por meio de consulta pública na internet. A nova versão do Suplemento de Indicadores de Sustentabilidade para o Setor de Mídia deverá ser disponibilizada para uma segunda rodada de comentários no início do próximo ano. Posteriormente o documento consolidado será entregue ao Comitê Técnico Assessor do GRI para aprovação. Espera-se que em setembro de 2011 a nova ferramenta esteja oficialmente integrada ao sistema do GRI, podendo então ser adotada por qualquer empresa do campo da comunicação.

Outras informações

Ricardo Corredor Cure – coordenador de Comunicação Institucional da ANDI
rcorredor@andi.org.br, (61) 2102-6513

Alexandra Bujokas – Setor de Comunicação e Informação da UNESCO no Brasil
alexandra.siqueira@unesco.org.br, (61) 2106 3569

Ana Lúcia Guimarães – Assessoria de Comunicação da UNESCO no Brasil
ana.guimaraes@unesco.org.br , (61) 2106 3536, 9966 3287