Estande na Campus Party Brasília debate novas tecnologias e desenvolvimento sustentável

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a estatal Furnas, do grupo Eletrobras, promovem até sábado (17) na Campus Party Brasília discussões sobre como as novas tecnologias podem colaborar para o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O estande ODS servirá de espaço colaborativo para a troca de informações sobre iniciativas para a implementação dos objetivos globais.

Discutir como novas tecnologias podem colaborar com o cumprimento da Agenda 2030 para fortalecer a inclusão, a erradicação da pobreza, o crescimento econômico e a sustentabilidade do planeta é a proposta do estande ODS na Campus Party Brasília. Foto: ONU

Discutir como novas tecnologias podem colaborar com o cumprimento da Agenda 2030 para fortalecer a inclusão, a erradicação da pobreza, o crescimento econômico e a sustentabilidade do planeta é a proposta do estande ODS na Campus Party Brasília. Foto: ONU

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a estatal Furnas, do grupo Eletrobras, promovem na Campus Party Brasília esta semana discussões sobre como as novas tecnologias podem colaborar para o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O estande ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável), resultado da parceria entre Furnas e PNUD, discutirá erradicação da pobreza, crescimento econômico e sustentabilidade do planeta.

O local também servirá de espaço colaborativo para a troca de informações sobre iniciativas para a implementação dos objetivos globais. O acesso é gratuito ao público, por meio da “open area” (área aberta) da Campus Party Brasília.

Na programação do estande, estão previstas 17 rodas de conversa, cada uma sobre um ODS específico. Representantes da sociedade civil, governos e organismos internacionais promoverão discussões sobre o cumprimento da Agenda 2030 e a relação do tema com novas tecnologias.

No dia 15, ocorreu o Datathon, promovido pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e o PNUD. A proposta foi integrar a pauta dos ODS, mais especificamente o ODS 8 — “Trabalho Decente e Crescimento Econômico”, com a causa do refúgio.

Ao longo de 24 horas, programadores de software, empreendedores e designers desenvolveram iniciativas tecnológicas que conectam refugiados com empregadores. Nesta sexta-feira (16), a partir das 20h, serão anunciadas as duas equipes vencedoras do desafio.

O estande ODS na Campus Party Brasília foi elaborado com materiais sustentáveis e ecológicos em sua estrutura e design, referindo-se também à biodiversidade brasileira.

Quem passar pelo local, poderá deixar sua mensagem sobre o “futuro que queremos”. Ao final do evento, as mensagens serão reunidas em um documento.

O estande ODS funcionará na Campus Party Brasília até sábado (17), diariamente, das 9h às 21h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, no Setor de Divulgação Cultural, no Eixo Monumental.

Parceria

Em 2016, o Instituto Campus Party e o PNUD assinaram um memorando de entendimento para a promoção de ações conjuntas que promovam o alcance dos ODS.

Em janeiro de 2017, a maratona “The Big Hackathon”, na 10º edição da Campus Party Brasil, reuniu mais de 500 pessoas que, ao longo de 100 horas, desenvolveram soluções tecnológicas com foco na implementação da Agenda 2030.

A maratona resultou em 53 projetos. Três deles receberam menção honrosa como iniciativas que promovem a sustentabilidade de forma inclusiva, abordando o crescimento econômico, a erradicação da pobreza e a redução das desigualdades.

Clique aqui para acessar a programação da Campus Party Brasília.


Mais notícias de:

Comente

comentários