Espetáculo de balé em São José do Rio Preto (SP) destina renda ao UNICEF

A Virtual Companhia de Dança realiza pela primeira vez no Brasil o “Dançar pela Paz”, uma celebração de caráter beneficente que reúne artistas do balé clássico de vários países em único palco.

O espetáculo é apresentado desde 2014 e já passou por países como Argentina, Chile e Estados Unidos. A companhia tem a direção artística do fundador do Dançar Pela Paz, Leonardo Reale, coreógrafo e gestor cultural argentino.

A edição brasileira será realizada no Teatro Municipal Paulo Moura, em São José do Rio Preto (SP), e destinará toda a renda ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

A Virtual Companhia de Dança realiza pela primeira vez no Brasil o “Dançar pela Paz”, uma celebração de caráter beneficente que reúne artistas do balé clássico de vários países em único palco.

O espetáculo é apresentado desde 2014 e já passou por países como Argentina, Chile e Estados Unidos. A companhia tem a direção artística do fundador do Dançar Pela Paz, Leonardo Reale, coreógrafo e gestor cultural argentino.

A edição brasileira será realizada no Teatro Municipal Paulo Moura, em São José do Rio Preto (SP), e destinará toda a renda ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Entre as principais atrações, estão ícones do ballet clássico como Claudia Mota, primeira bailarina do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, e Federico Fernandez, primeiro bailarino do Ballet do Teatro Colón de Buenos Aires, além da Giro8 Cia de Dança, de Goiânia, e da Cia. Ladainha, da França.

Tradicionalmente, cada edição homenageia uma personalidade da dança. No Brasil, a homenageada será Ana Botafogo, primeira bailarina e atual diretora do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ana Botafogo estará presente no evento para receber a honraria das mãos de representantes do UNICEF, do fundador do “Dançar Pela Paz” e de autoridades locais.

Em edições no exterior, foram homenageados a brasileira Marcia Haydée, diretora do Ballet Municipal de Santiago (edição do Chile); Maria Ruanova, Gustavo Mollajoli e Oscar Araiz (Argentina); e Edward Villella (Estados Unidos).

“No Brasil, todos os dias, 31 crianças e adolescentes morrem assassinados. Responder às formas extremas de violência e prevenir os homicídios de crianças e adolescentes são prioridades para o UNICEF no país. E, por isso, ser a organização escolhida para receber os recursos deste evento que promove e conscientiza sobre a paz por meio da arte é uma grande honra para nós”, explica Juan Ignacio Calvo, diretor de mobilização de recursos e parcerias do UNICEF no Brasil.

Dançar pela Paz

Desde o ano 2014, o projeto é realizado na Argentina reunindo artistas de todo o país e do exterior para dançar pela cultura da paz e pela não violência.

Desde então, inúmeros bailarinos, companhias e personalidades da dança participaram do evento, entre eles: Ballet Estable del Teatro Colón; Ballet Contemporáneo del Teatro San Martín; Ballet Nacional de Danza; Compañía Nacional de Danza Contemporánea; Ballet del Teatro Argentino de la Plata; Cecilia Kerche (Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro).

Outros participantes incluíram Luciana Paris (American Ballet Theater); Agustina Galizzi e Sebastian Vinet (Compañia Nacional de Danza Mexico); Romina Contreras e Rodrigo Guzman (Ballet Municipal de Santiago do Chile); Carlos Guerra e Jennifer Kronenberg, diretores da Dimensions Dance Theater of Miami; as estrelas Argentinas Hernan Piquin e Cecilia Figaredo; e a Companhia de Dança de Diadema e a Virtual Companhia de Dança.

Serviço

O quê: Dançar pela Paz
Quando: Sábado 21 de setembro, às 20h
Onde: Teatro Municipal Paulo Moura, São José do Rio Preto
Ingressos: R$60,00 e R$30,00 (meia entrada)
Bilheteria física: Loja Arabesque, Rua Tiradentes, 3293, Centro, São José do Rio Preto