Espaço Sideral Sustentável discutido em fórum da ONU em Viena

Outros assuntos são pesquisa do clima espacial, avanços nos sistemas de navegação de satélites, uso seguro de energia nuclear no espaço e assuntos de teledetecção.

O uso sustentável do espaço sideral, possíveis perigos de asteróides, manejo de detritos espaciais e gerenciamento de desastres serão itens chaves da agenda da 49ª sessão do Subcomitê técnico e científico do Comitê sobre os Usos Pacíficos do Espaço Sideral (COPUOS) da ONU, que se realiza em Viena (Áustria) de 6 a 17 de fevereiro. Outros assuntos em pauta são: pesquisa do clima espacial, avanços nos sistemas de navegação de satélites, uso seguro de energia nuclear no espaço e assuntos de teledetecção.

A equipe de ação sobre Objetos Próximos da Terra (NEO´s) considerará projetos de recomendações para uma resposta internacional para a ameaça dos impactos dos NEO´s e apresentará o projeto do Grupo de Trabalho sobre NEO´s do Subcomitê.

Em 7 de fevereiro, o Escritório da ONU para Assuntos do Espaço Sideral (UNOOSA) assinará um acordo de cooperação com a Hungria para estabelecer um escritório de ajuda regional que servirá como um centro de especialistas para implementação do programa da UNOOSA sobre gestão de desastres – a Plataforma da ONU para o Espaço com base na Informação para Gestão de Desastres e Resposta de Emergência (UNSPIDER). No dia 8, se realizará um workshop sobre o uso de energia  nuclear no espaço.

Em 13 de fevereiro, o UNOOSA organizará um simpósio intitulado “A indústria de serviços de observação da Terra: oportunidades de mercado”. Além de representantes da indústria de observação da Terra, haverá contribuição do Comitê dos Usos pacíficos do Espaço Sideral para a Conferência sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).