Equipe de avaliação de desastres da ONU chega à Colômbia, atingida por enchentes

Três membros da equipe de Coordenação de Avaliação de Desastres das Nações Unidas (UNDAC) chegou à Colômbia para apoiar a resposta contínua às inundações, que estão afetando mais de 2 milhões de pessoas.

Diferentes partes da Colômbia foram afetadas pelas inundações e avalanches causadas pela erupção de um vulcão Três membros da equipe de Coordenação de Avaliação de Desastres das Nações Unidas (UNDAC) chegou à Colômbia para apoiar a resposta contínua às inundações, que estão afetando mais de 2 milhões de pessoas.

Chuvas torrenciais associadas ao fenômeno climático La Niña têm afetado a Colômbia desde meados deste ano, provocando inundações na região dos Andes e da zona costeira do Caribe, de acordo com o Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

Agências da ONU e organizações parceiras não-governamentais já estão fornecendo assistência às pessoas afetadas em algumas das áreas mais atingidas. Entre as necessidades mais imediatas estão assistência alimentar, água e saneamento, abrigos, educação de emergência e serviços de saúde. No início deste mês, US$ 6 milhões foram alocados para o esforço de pós-inundação a partir do fundo local de resposta de emergência da ONU.

A equipe da UNDAC que chegou ao país nesta terça 28 vai ajudar nas tarefas de gerenciamento de informações e fortalecimento de parceiros humanitários, nacionais e internacionais, afirmou a OCHA.
A estimativa é de que a equipe fique no país por três semanas, mas este prazo poderá ser prorrogado.