Equipamentos de Saúde doados pela OIM irão reforçar a rede pública de Roraima

Com o intuito de reforçar a rede pública de saúde a enfrentar a pandemia da COVID-19 e responder a demanda dos roraimenses e venezuelanos, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) doou dois ultrassons à Secretária de Estado da Saúde de Roraima. A ação irá beneficiar mais de 50 mil usuários do Sistema Único de Saúde do estado no período de um ano.

Os equipamentos de alta resolução acompanhados de transdutores reto, curvo e endocavitário ficarão disponíveis no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, em Boa Vista, e no Hospital de Rorainópolis, duas das principais unidades hospitalares do estado. Eles serão úteis para procedimentos variados incluindo exames de pré-natal, diagnósticos cirúrgicos e observação de fraturas, por exemplo.

Foto: OIM

Com o intuito de reforçar a rede pública de saúde a enfrentar a pandemia da COVID-19 e responder a demanda dos roraimenses e venezuelanos, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) doou dois ultrassons à Secretária de Estado da Saúde de Roraima (SESAU-RR). A ação irá beneficiar mais de 50 mil usuários do Sistema Único de Saúde do estado no período de um ano.

Os equipamentos de alta resolução acompanhados de transdutores reto, curvo e endocavitário ficarão disponíveis no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, em Boa Vista, e no Hospital de Rorainópolis, duas das principais unidades hospitalares do estado. Eles serão úteis para procedimentos variados incluindo exames de pré-natal, diagnósticos cirúrgicos e observação de fraturas, por exemplo.

Segundo a médica da OIM, , Katiza Reis, a doação desses equipamentos garante que médicos e outros profissionais de saúde possam fazer o diagnóstico precoce, atendimento de urgência e emergência para brasileiros e venezuelanos. “Essa doação garante o apoio da OIM à população de todo o estado, fortalecendo a atenção hospitalar’’, informou a médica.

No Hospital Materno de Boa Vista, o ultrassom será instalado na área destinada às gestantes com suspeitas da COVID-19, evitando que circulem por outras alas do hospital. Já em Rorainópolis, o equipamento irá facilitar o atendimento local da região sul do estado, evitando deslocamentos para a capital.

A Secretária Adjunta Estadual de Saúde, Patrícia Renovato, reconhece a iniciativa da OIM. “Nesse momento que vivemos uma emergência em saúde, agradecemos à OIM por reforçar a capacidade de resposta da rede pública de saúde do estado. Somos gratos pela dedicação e companheirismo com a toda a população”, afirmou a Secretária Ajdunta de Saúde.

Ações em saúde em Roraima

Esta foi a terceira doação de equipamentos de saúde realizadas em Roraima este ano. Em março, o município de Pacaraima foi beneficiado com estetoscópios de alta precisão cardiológica e respiratória, monitores digitais para aferição arterial e nebulizadores portáteis de malha fina. No mesmo mês, a Secretaria Estadual também recebeu auto refratores, eletroencefalograma e ultrassons.

O gerente de projeto da OIM, Joaquim Torrinha, explica que estas doações de equipamentos de saúde são um exemplo da preocupação da OIM em promover uma migração segura, ordenada e digna, e de reforçar seu apoio também com às comunidades de acolhida, neste caso os roraimenses. “Elas são a materialização de uma parceria forte com os governos locais e demais autoridades, e é com enorme satisfação que vemos que estes equipamentos irão reforçar os serviços públicos de saúde em Roraima”, complementou gerente de projeto da OIM.

Esta e as demais ações em saúde são realizadas com o apoio financeiro do Governo do Japão. O intuito é garantir assistência humanitária nas áreas de atenção primária à saúde por meio do suporte assistencial em saúde a venezuelanos e a população do estado. As atividades são pensadas e executadas em consonância com o Sistema Único de Saúde e diferentes esferas de governo.