Enviado da ONU parabeniza abertura temporária de importante passagem entre Egito e Gaza

Após consultas entre o presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, e autoridades egípcias, o governo do Egito tomou a decisão de abrir o ponto de passagem de Rafah entre os dias 13 e 15 de junho em ambas as direções.

 O cruzamento Rafah localizado entre o Egito e a Faixa de Gaza. Foto: OCHA

O cruzamento Rafah localizado entre o Egito e a Faixa de Gaza. Foto: OCHA

O enviado especial das Nações Unidas para o Oriente Médio parabenizou a decisão do governo do Egito de abrir temporariamente uma importante passagem de cruzamento na fronteira do país para os residentes da Faixa de Gaza.

Em um comunicado lançado nesta quinta-feira (11), o coordenador especial das Nações Unidas para o Processo de Paz no Oriente Médio, Nickolay Mladenov, aplaudiu a decisão egípcia de abrir o cruzamento de Rafah entre os dias 13 e 15 de junho em ambas as direções, após consultas entre o presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, e autoridades egípcias.

“Espero que as condições de segurança permitam que esta decisão seja ampliada e que Rafah possa ser aberta regularmente”, declarou Mladenov. “A necessidade de um levantamento pleno de todas as barreiras ainda permanece. A solução sustentável para responder a esta situação também requer o retorno do controle dos postos de passagem em Gaza para a Autoridade Palestina.”

Atualmente, os palestinos em Gaza podem entrar e sair da Faixa apenas por três possíveis pontos de acesso – o cruzamento de Rafah conectando Gaza e o Egito e Kerem Shalom e Erez conectando com Israel. Outras duas passagens, em Sufa e Karni, foram fechadas.