Enviado da ONU elogia iraquianos por votação bem-sucedida em duas províncias

Pleito em Anbar e Ninewa foi adiado por dois meses em razão das crescentes preocupações sobre a segurança. Mesmo assim, a instabilidade permanece e um líder político foi morto esta semana por um homem-bomba.

Foto: ONU/Steve Tickner

Foto: ONU/Steve Tickner

O representante especial do secretário-geral da ONU para o Iraque, Martin Kobler, felicitou nesta quinta-feira (20) os cidadãos das províncias de Anbar e Ninewa por votarem nas eleições locais, atrasadas há dois meses em razão das crescentes preocupações sobre a segurança.

A maioria das províncias iraquianas realizaram suas eleições locais em abril. “O povo de Anbar e Ninewa superou as ameaças ao seu voto nesta quinta-feira, e a violência não perturbou o processo democrático”, disse Kobler.

Os últimos meses têm sido alguns dos mais mortíferos para o Iraque, com uma série de atentados à bomba matando centenas e ferindo muitos mais em todo o país.

Os candidatos têm sido regularmente alvejados, e na quarta-feira (19) um homem-bomba se explodiu no norte do Iraque enquanto abraçava um líder político, matando o candidato e quatro de seus parentes.

Além disso, uma bomba atingiu nesta quinta-feira (20) um ônibus que transportava cinco funcionários da Alta Comissão Eleitoral Independente (IHEC), na cidade de Baiji, em Ninewa. Um dos funcionários foi morto.

“Apesar dos grandes esforços das forças de segurança, é muito triste que vidas também foram perdidas nesse processo”, disse Kobler. “Vários candidatos foram alvejados nas preparações até a votação desta quinta-feira, enquanto um membro da equipe IHEC foi tragicamente morto em um ataque a um ônibus e vários de seus colegas ficaram feridos”, acrescentou.