ENTREVISTA: María Fernanda Espinosa, primeira latino-americana a presidir a Assembleia Geral da ONU

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Teve início nessa semana o debate geral da 73ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas. María Fernanda Espinosa, que substituirá o eslovaco Miroslav Lajcák, é a quarta mulher a presidir este que é o maior e mais democrático órgão da ONU. Pela primeira vez na história, o posto é ocupado por uma mulher da América Latina e Caribe. Confira essa entrevista especial com Espinosa.

Assine o canal da Assembleia Geral no YouTube clicando aqui.

Acompanhe o debate geral clicando aqui.


Comente

comentários