Enchentes deixam Gaza em estado de emergência, alerta agência da ONU na Palestina

Não foram registrados mortes ou ferimentos, mas centenas de pessoas tiveram que deixar suas casas. As chuvas pioram ainda mais a precária situação humanitária no país por conta dos conflitos recentes e da crise de energia e combustível.

Ruas alagadas em Gaza. Foto: UNRWA/Ahmad Awad

Ruas alagadas em Gaza. Foto: UNRWA/Ahmad Awad

A enchente e as condições extremas do tempo que atingiram Gaza na última semana deixaram a região em estado de emergência, de acordo com a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA). As chuvas pioram ainda mais a precária situação humanitária no país por conta dos conflitos recentes e da crise de energia e combustível.

Não foram registrados casos de morte ou de ferimentos, mas centenas de pessoas tiveram que deixar suas casas, enquanto uma escola e um centro coletivo – ambos da UNRWA – também sofreram com as enchentes.

O diretor de operações da UNRWA em Gaza, Robert Turner, afirmou que as famílias que ainda estão à procura de abrigo adequado e que se preparam para os meses de inverno são motivo de especial preocupação – assim como o impacto que as enchentes já estão apresentando na vida das crianças, que não podem frequentar a escola.

A agência estabeleceu uma unidade de operações de emergência, seguindo os planos de contingência estabelecidos na semana anterior. Além disso, foram distribuídos 60 mil litros de suprimentos emergenciais de combustível, para abastecer geradores de estações de bombeamento e bombas portáteis pela UNRWA na última quinta-feira (27).