Empoderando Refugiadas encerra série de workshops sobre educação financeira

Após uma série de treinamentos realizados no segundo semestre de 2019, as mulheres do Empoderando Refugiadas estão capacitadas para a segunda etapa do projeto, que prevê dinâmicas de empregabilidade com representantes de empresas. O último workshop aconteceu na sexta-feira (8) no banco ABN AMRO, em São Paulo, e abordou o tema de educação financeira.

O Empoderando Refugiadas está em sua quarta edição e trabalha a empregabilidade de mulheres em situação de refúgio em São Paulo (SP) e Boa Vista (RR), além do engajamento de empresas na contratação de migrantes e refugiados. O projeto é uma parceria entre Rede Brasil do Pacto Global, Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e ONU Mulheres.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Após uma série de treinamentos realizados no segundo semestre de 2019, as mulheres do Empoderando Refugiadas estão capacitadas para a segunda etapa do projeto, que prevê dinâmicas de empregabilidade com representantes de empresas. O último workshop aconteceu na sexta-feira (8) no banco ABN AMRO, em São Paulo, e abordou o tema de educação financeira.

Instigadas a pensar sobre seus sonhos e como podem gerenciar suas finanças para atingi-los, as mulheres refugiadas assistiram com atenção à palestra de Caco Santos, especialista em planejamento financeiro e representante da Planejar – entidade que promove educação financeira de profissionais e pessoas no Brasil.

Durante o encontro, as participantes citaram alguns de seus maiores desafios, entre eles, educar filhos, ajudar a família que ficou no país de origem, começar uma carreira do zero em outro país.

Esta é a situação de Sandra, colombiana que formou sua família na Venezuela antes de vir ao Brasil. “Tenho filhos no Brasil e no exterior que ainda são dependentes, então, tenho que ter muito controle sobre meus gastos e um orçamento para comida, transporte e aluguel.”

Com papel e caneta na mão, as participantes aprenderam a calcular gastos mensais e planejar o orçamento de uma família no Brasil. Para isso, receberam a ajuda de profissionais do Bem Gasto – organização sem fins lucrativos que oferece aulas sobre planejamento financeiro e orçamentário.

Empoderando Refugiadas

O Empoderando Refugiadas está em sua quarta edição e trabalha a empregabilidade de mulheres em situação de refúgio em São Paulo (SP) e Boa Vista (RR), além do engajamento de empresas na contratação de migrantes e refugiados. O projeto é uma parceria entre Rede Brasil do Pacto Global, Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e ONU Mulheres.

“O projeto Empoderando Refugiadas propicia meios para que as mulheres refugiadas possam aprimorar e buscar novos conhecimentos, assegurando os saberes que já trazem consigo para que, no Brasil, possam reconstruir suas carreiras profissionais com dignidade, cientes de seus direitos”, destacou Camila Sombra, Associada de Meios de Vida do ACNUR Brasil.

A seleção de participantes é feita em parceria com o Programa de Apoio para Recolocação de Refugiados (PARR) – iniciativa da empresa EMDOC. Outros parceiros estratégicos são Fox Time, Grupo Mulheres do Brasil, Migraflix, We Work e Caritas São Paulo.

O Empoderando Refugiadas conta com o apoio das empresas ABN AMRO, Carrefour, Conselho Britânico, Facebook, MRV, Lojas Renner e Sodexo.