Embaixador do UNICEF, Orlando Bloom vai à Libéria conhecer a luta contra o ebola

“As crianças estão animadas por voltar às aulas, mas as precauções que cada uma deve tomar todos os dias são um lembrete da necessidade de manter a vigilância”, disse Bloom, após visitar uma escola na fronteira com Serra Leoa.

Orlando Bloom fala com um homem que perdeu sua esposa, duas filhas e um filho pequeno para o ebola em Grand Cape Mount County, Libéria. Foto: UNICEF/Jallanzo

Orlando Bloom fala com um homem que perdeu sua esposa, duas filhas e um filho pequeno para o ebola em Grand Cape Mount County, Libéria. Foto: UNICEF/Jallanzo

“Todo mundo que conheci estava decidido a vencer o ebola e voltar a ter uma vida vida normal”, disse nesta segunda-feira (23) o embaixador da boa vontade do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o ator Orlando Bloom, após uma visita de quatro dias à Libéria, onde teve a oportunidade de conversar com pessoas afetadas pela epidemia de ebola.

Na capital, Monróvia, Bloom se encontrou com líderes religiosos e juvenis e afirmou que “as comunidades têm estado no centro da luta contra o ebola” e devem continuar a ser apoiadas por seu papel crucial na luta contra a doença.

Ele também visitou uma escola primária em uma comunidade severamente afetada, na fronteira com Serra Leoa, onde viu os protocolos de segurança da escola em funcionamento, que tinham acabado de ser estabelecidos.

Estes protocolos, introduzidos com o apoio do UNICEF, destinam-se a reduzir o risco de transmissão da doença que já infectou mais de 24 mil pessoas – incluindo mais de 5 mil crianças – e que já matou quase 10 mil. Eles envolvem a tomada de temperatura das crianças quando chegam na escola e fazem com que a as crianças lavem as mãos antes de entrarem na salas de aula.

“As crianças estão animadas por voltar às aulas”, disse Bloom, “mas as precauções que cada uma deve tomar todos os dias são um lembrete da necessidade de manter a vigilância”.

O ator, conhecido por papéis em filmes de sucesso como “O Senhor dos Anéis” e “Piratas do Caribe”, tornou-se embaixador da boa vontade do UNICEF em outubro de 2009.