Em visita a Mali, ex-jogador Zidane chama a atenção para ações contra a pobreza

Embaixador da Boa Vontade do PNUD conhece iniciativas que estão ajudando o país a promover o desenvolvimento econômico e social.

O ex-jogador do futebol e Embaixador da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Zinédine Zidane, encerrou recentemente uma visita ao Mali, na África. Ele visitou um grupo de mulheres que administram um motor multiuso que fornece à aldeia de Koursalé, a 60 quilômetros a sudoeste da capital Bamako, energia a preços acessíveis para moagem de grãos, processamento de arroz e recarga de baterias.

Este projeto tem como foco mulheres com baixa renda e acesso mínimo à energia. Uma vez treinadas, elas economizam, em média, entre duas e seis horas diárias graças ao uso desta tecnologia. O programa já atingiu cerca de 1,5 milhão de pessoas no Mali e cerca de três milhões em toda a África Ocidental. “É impressionante ver como estas máquinas simples podem fazer a vida diária das mulheres mais fácil e, ao mesmo tempo, gerar desenvolvimento econômico e social que beneficia toda a comunidade”, disse Zidane.

Ele também visitou uma fábrica de produção de manteiga de karité administrada por mulheres – projeto apoiado pelo PNUD – e se reuniu com estudantes de uma escola na aldeia vizinha de Bancoumana. Em Bamako, Zidane participou ainda de um evento esportivo com 3.000 jovens, como parte da campanhas de sensibilização para os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) – as oito metas acordadas internacionalmente que visam acabar com a pobreza extrema até 2015.