Em Salvador, seminário debate luta anti-HIV

Parceria entre o governo do Estado e as Nações Unidas busca fortalecer a resposta à Aids no Estado da Bahia.

Parceria entre o governo do Estado e as Nações Unidas busca fortalecer a resposta à Aids no Estado da Bahia

Gestores municipais e técnicos das áreas de saúde e educação das microrregiões de Juazeiro e Vitória da Conquista, além de gestores estaduais e federais de diversas áreas de governo, Agências da ONU e representantes da sociedade civil estarão reunidos, em Salvador, entre os dias 04 e 06 de agosto, no Hotel Victória Marina, para discutir temas transversais ao enfrentamento do HIV/aids, como o uso de drogas, violência, gênero e sexualidade, além de políticas públicas afins.

O evento integra a iniciativa “Laços Sociaids”, uma parceria inovadora entre Agências da ONU, governo federal e o governo do Estado da Bahia. O Plano Integrado da ONU em apoio à resposta à aids na Bahia, o Laços Sociaids, vem sendo implementado desde 2008, mobilizando esforços de diversos atores no fortalecimento da resposta à epidemia no estado, tendo como prioridade as microrregiões de Juazeiro e Vitória da Conquista.

Esta iniciativa é uma proposta do Grupo Temático Ampliado do UNAIDS (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV e Aids), o qual vem desenvolvendo ações de cooperação junto aos estados do Amazonas e da Bahia, por meio da elaboração de agendas integradas e multisetoriais de trabalho, buscando unir esforços para que as ações produzam maior impacto no enfrentamento da epidemia. “Trata-se de uma busca pela harmonização e coordenação das ações da ONU em HIV/aids com os dois Estados visando o fortalecimento de parcerias e a mobilização de recursos políticos, técnicos e financeiros em prol do acesso universal à prevenção, tratamento, atenção e apoio à aids. Cada Estado estabeleceu seu Grupo Gestor para a iniciativa, responsável pela definição de prioridades e implementação das ações, sempre em parceria com as Agências da ONU e o governo federal”, afirmou Pedro Chequer, Coordenador do UNAIDS no Brasil.

Na Bahia, após as discussões com os representantes das agências internacionais e Secretarias do Governo do Estado, foram priorizadas três linhas de ação nas duas regiões: Prevenção da Transmissão Vertical do HIV e Sífilis; Saúde e Prevenção nas Escolas e Enfrentamento da Feminização da Epidemia da Aids e outras DST. Durante o Seminário, serão apresentados os resultados de avaliação dos planos de ação desenvolvidos pelos municípios, além de acordados os próximos passos da Iniciativa.

O seminário, promovido em conjunto com o Governo da Bahia, Agências das Nações Unidas e o Governo Federal, pretende reunir profissionais da saúde e educação das microrregiões contempladas, além de representantes do Governo Estadual, das agências das Nações Unidas e da sociedade civil organizada e faz parte de um planejamento intersetorial e interinstitucional com vistas à implementação de estratégias e intervenções para o controle da epidemia. “A aids é um tema que ultrapassa a agenda da saúde e, por isso, precisamos ampliar o debate para questões transversais como gênero, raça, diversidade sexual e uso de drogas pois esses impactam diretamente nos resultados de nossas ações”, finalizou Maricélia Macêdo, Coordenadora de DST e Aids do Estado da Bahia.

Contatos

UNAIDS Brasil – Naiara Costa – (61) 9196-9232
Pathfinder – Carmen Pereira – (71) 9232-2681
Coordenação Estadual de DST/Aids – Maricélia Macedo – (71) 3116-0057/0076/0009.