Em dois meses, brasileiros doam 100 mil reais à agência da ONU para refugiados da Palestina

Dois centros de saúde serão equipados com sistema eletrônico de atendimento, beneficiando cerca de 72 mil usuários. Uma máquina de ultrassonografia também será comprada para a realização de pré-natal.

Exame biométrico em clínica da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina. Foto: UNRWA

Exame biométrico em clínica da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina. Foto: UNRWA

Em menos de dois meses de campanha, a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) angariaram 100 mil reais em doações de indivíduos para apoiar os refugiados da Palestina que vivem no Oriente Médio.

De acordo com chefe do departamento de saúde da agência, Seita Akhiro, “com esses recursos será possível equipar dois centros de saúde da UNRWA com o sistema eletrônico de atendimento a pacientes, beneficiando cerca de 72 mil usuários. Além disso, uma máquina de ultrassonografia para exames pré-natal também será adquirida, uma das necessidades iminentes no cuidado de gestantes”.

“As doações recebidas até o momento certamente ajudam a população de refugiados da Palestina a ter melhor acesso a alguns serviços de saúde. No entanto, sabemos que a situação na região é crítica e continuamos precisando de ajuda”, afirmou o diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil, Giancarlo Summa. “O Brasil manifesta grande solidariedade internacional e isso não é diferente para com o povo da Palestina. É necessário compreender que essa ajuda humanitária é fundamental para que serviços básicos de assistência oferecidos pela UNRWA sejam mantidos. A Agência passa por uma severa crise financeira neste momento”, alertou.

A UNRWA assiste a mais de 5 milhões de refugiados da Palestina na Cisjordânia, Faixa de Gaza, Jordânia, Líbano e Síria. Três milhões deles são totalmente dependentes dos serviços de saúde oferecidos pela agência. Mulheres, crianças e idosos são os mais vulneráveis, vivendo em pobreza extrema, insegurança alimentar e conflito armado.

A campanha de arrecadação de fundos foi lançada no dia 30 de setembro na Câmara de Comércio Árabe Brasileira e com foco na área de saúde, um dos eixos principais de trabalho da UNRWA. As doações ainda podem ser feitas até o dia 04 de dezembro por meio de depósito ou transferência bancária em conta da ONU:

UNDP Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
Citibank (Banco 745)
Agência 008
C/C 96910550
CNPJ: 03.723.329/0001-79

Saiba mais em http://unrwa.org.br/campanha/