Em Cannes, agências de publicidade firmam parceria para defender desenvolvimento sustentável

A iniciativa “Common Ground” (terreno comum, em tradução livre) visa a apoiar a divulgação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, e foi lançada como uma parceria entre as agências de publicidade Dentsu, Havas, IPG, Omnicom, Publicis e WPP.

Segundo o chefe da ONU, Ban Ki-moon, trata-se de um passo histórico das empresas no sentido de combater a pobreza, a desigualdade e a injustiça mundial.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, durante o Festival de Publicidade de Cannes. Foto: ONU

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, durante o Festival de Publicidade de Cannes. Foto: ONU

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou na semana passada (24), durante o Festival de Publicidade de Cannes, o lançamento da campanha “Common Ground” (terreno comum, em tradução livre), iniciativa desenvolvida pelas seis maiores agências de publicidade do mundo para apoiar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Segundo Ban, as agências Dentsu, Havas, IPG, Omnicom, Publicis e WPP estão dando um passo histórico, o primeiro no sentido de combater a pobreza, a desigualdade e a injustiça mundial.

“No curto prazo, queremos que a Agenda 2030 seja conhecida por 2 bilhões de pessoas. Queremos mobilizar 1 milhão de pessoas como agentes de mudança. Ajude-nos a chegar longe”, disse o dirigente máximo das Nações Unidas durante o encontro que reúne profissionais das áreas de publicidade, marketing e comunicação.

“Sei que todos vocês têm um tremendo poder de moldar opiniões. Você são mestres em contar histórias. Gostaria que nos ajudassem a criar a maior campanha para a humanidade”, acrescentou o secretário-geral.

Ban Ki-moon pediu a todos participantes do evento que encontrem melhores maneiras de garantir que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas sejam prioridade para todas as empresas, inspirando todas as pessoas, especialmente jovens e mulheres.

“A criatividade, a inovação e o poder de persuasão de vocês são inigualáveis. Ajude-nos a transformar uma agenda complexa e abstrata em uma história pessoal e emocional sobre como podemos construir um mundo melhor”, disse o secretário-geral, ressaltando que o sucesso requer uma parceria séria, de 15 anos, pela humanidade.

Segundo o secretário-geral, somos a primeira geração que pode acabar com a pobreza global e a última que pode lidar com a mudança climática antes que seja tarde demais.

Para as empresas envolvidas, a iniciativa reconhece que as questões globais identificadas pela ONU transcendem a rivalidade comercial.

”Ao trabalhar em parceria para apoiar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, queremos demonstrar que até mesmo concorrentes podem deixar de lado suas diferenças, a fim de servir a um interesse comum mais amplo”, disse comunicado conjunto das seis empresas.

O pontapé inicial do projeto será uma campanha publicitária global, com espaço doado por empresas e publicações.