Em Brasília, UNODC participa de seminário internacional sobre ética na gestão

Foto: kmillard92/Flickr/CC

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) participou, no último dia 23 de outubro, em Brasília, do XVI Seminário Internacional Ética na Gestão: Educação para a Ética.

O evento, com duração de dois dias – 22 e 23 de outubro –, foi organizado pela Comissão de Ética Pública, ocorre anualmente e tem como principais objetivos compartilhar experiências e instrumentos para a disseminação da ética no Poder Executivo Federal, avaliar o progresso nas ações de gestão da ética na Administração Pública Federal e promover debates que envolvam agentes públicos, especialistas e a sociedade civil.

O representante do UNODC, Rafael Franzini, proferiu palestra sobre “Ética, corrupção e seus mecanismos internacionais de prevenção e combate” no quarto painel do evento, intitulado “A experiência internacional na promoção da integridade”. Em sua fala, Rafael Franzini falou sobre o conceito de corrupção, as convenções internacionais de combate à corrupção e as diversas medidas preventivas que devem estar presentes no setor público e privado.

A corrupção foi apresentada sob uma perspectiva ética e institucional. Segundo o UNODC, a honestidade requer a capacidade de autocontrole. “Todos nós, em algum momento, estamos sujeitos a cometer deslizes que, somados, podem causar grandes impactos na sociedade; por isso, precisamos ter clareza dos nossos limites”, disse Franzini.

Ele apresentou também os treinamentos oferecidos pelo UNODC com relação à prevenção e combate da corrupção que são baseados na metodologia do “aprender-fazendo” e buscam o alcance de melhores práticas. A lavagem de dinheiro, a cooperação jurídica internacional, o confisco de bens e a recuperação de ativos também foram temas abordados.