Em Brasília, ‘Planeta ODS’ amplia debate sobre direito a água e saneamento

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Para fortalecer o debate sobre a implementação do ODS 6 – Água potável a saneamento, com base na Agenda 2030, o Governo de Brasília, a Secretaria de Governo da Presidência da República e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) abriram oficialmente o “Planeta ODS”, em Brasília, na última segunda-feira (19).

O espaço terá atividades transversais ao 8º Fórum Mundial da Água, que acontece nesta semana. Até o próximo dia 23, mesas de debate, exibição de filmes no formato fulldome (360°) e de curtas metragens abordarão o tema água e desenvolvimento. A entrada no planetário é gratuita durante todo o evento.

O coordenador-residente do ONU no Brasil e representante-residente do PNUD no país, Niky Fabiancic (à esquerda), na cerimônia de abertura com o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. Foto: Gabriela Borelli/PNUD

O coordenador-residente do ONU no Brasil e representante-residente do PNUD no país, Niky Fabiancic (à esquerda), na cerimônia de abertura com o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. Foto: Gabriela Borelli/PNUD

Para fortalecer o debate sobre a implementação do ODS 6 – Água potável a saneamento, com base na Agenda 2030, o Governo de Brasília, a Secretaria de Governo da Presidência da República e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) abriram oficialmente o “Planeta ODS”, em Brasília, na última segunda-feira (19).

O espaço terá atividades transversais ao 8º Fórum Mundial da Água, que acontece nesta semana. Até o próximo dia 23, mesas de debate, exibição de filmes no formato fulldome (360°) e de curtas metragens abordarão o tema água e desenvolvimento. A entrada no planetário é gratuita durante todo o evento.

Na cerimônia de abertura, o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, destacou que a Agenda 2030 é uma importante ferramenta para o alcance do desenvolvimento sustentável. “Nós já estamos exercendo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Distrito Federal. Trabalhamos para fortalecer os ODS para que tenhamos uma nova consciência para o bem precioso que está em debate, que é a água”, disse.

O secretário nacional de articulação social do governo brasileiro, Henrique Villa, destacou que “os ODS são um compromisso de governo, uma oportunidade única ao Brasil de integrar o conjunto de atores até 2030”.

Para o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas do Distrito Federal (Adasa), Paulo Salles, o Fórum Mundial da Água e o “Planeta ODS” estão totalmente integrados com a perspectiva de desenvolvimento sustentável. “Vamos falar sobre compartilhar os direitos, o uso e os benefícios da água. Só com o diálogo, podemos abrir os caminhos para uma cultura de paz”, afirmou.

A secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão do Governo do Distrito Federal, Leany Lemos, destacou que a principal missão de Brasília é se tornar uma cidade sustentável. “Temos muitos desafios. Temos desenvolvido trabalhos significativos com diversos parceiros, inclusive com o PNUD. Hoje fazemos a localização dos ODS no Distrito Federal com o intuito de popularizar essa agenda”, disse.

Segundo o coordenador-residente do ONU no Brasil e representante-residente do PNUD no país, Niky Fabiancic, discutir as sinergias entre água e saneamento para o cumprimento dos ODS é o principal objetivo do “Planeta ODS”.

“Temos um evento transversal, com intensa programação. O Planetário de Brasília estará no foco das discussões nesta semana. Toda a programação evidencia a relação da água e saneamento com todos os ODS, de forma transversal”, afirmou.

Durante os quatro dias de programação, os visitantes do “Planeta ODS” participarão de debates sobre água e governança, colaboração do setor privado para o alcance das metas do ODS 6, empreendedorismo e gestão de recursos hídricos e desenvolvimento rural sustentável.

Representantes da sociedade civil, setor privado, governos e organismos internacionais participarão das mesas de discussão. Além dos debates, também haverá exposição de filmes no local. A programação do “Planeta ODS” ocorre transversalmente ao 8º Fórum Mundial da Água.

O “Planeta ODS” é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Governo da Presidência da República, o Governo do Distrito Federal, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Centro Rio+.

Para conferir a programação completa do “Planeta ODS”, clique aqui.


Mais notícias de:

Comente

comentários