Em Boa Vista, estudantes de Medicina promovem brincadeiras em posto para venezuelanos

Em Boa Vista (RR), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) surpreendeu venezuelanos num posto de triagem com música e uma atividade lúdica para crianças. Treze voluntários vestidos de palhaços animaram o centro de atendimento com performances artísticas para mais de 200 pessoas. Iniciativa realizada neste mês (1º) foi fruto de parceria da agência da ONU com a Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina (IFMSA).

Projeto SensibilizArte animou posto de triagem em Boa Vista (RR). Foto: UNFPA/Thais Rodrigues

Projeto SensibilizArte animou posto de triagem em Boa Vista (RR). Foto: UNFPA/Thais Rodrigues

Em Boa Vista (RR), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) surpreendeu venezuelanos num posto de triagem com música e uma atividade lúdica para crianças. Treze voluntários vestidos de palhaços animaram o centro de atendimento com performances artísticas para mais de 200 pessoas. Iniciativa realizada neste mês (1º) foi fruto de parceria da agência da ONU com a Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina (IFMSA).

A organização estudantil, vinculada à Universidade Federal de Roraima, coordena o Projeto SensibilizArte, que promove entretenimento e humanização em centros de saúde locais desde 2013.

Projeto SensibilizArte em Boa Vista (RR)

No posto de triagem da capital roraimense, a inciativa realizou atividades de contação de histórias e de piadas, além de apresentações musicais. Dentro das instalações, no Espaço Amigo da Criança, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), foram organizadas iniciativas voltadas para meninos e meninas, como a criação de animais feitos com balão e a distribuição de brinquedos.

“(Nós) nos solidarizamos com a situação e ficamos muito contentes por lhes proporcionar um motivo para sorrir e se alegrar mesmo em meio a tantas dificuldades”, afirmou a coordenadora do SensibilizArte, Michelle Franco.


Comente

comentários