Edição deste ano do Criança Esperança já recebe doações por telefone

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Criança Esperança chega a sua 33ª edição com uma rede de 30 mobilizadores, entre artistas, esportistas e jornalistas, que se unem para engajar a sociedade em torno da garantia dos direitos da infância e da juventude. Desde a criação da campanha, em 1986, já foram mais de 4 milhões de crianças e adolescentes beneficiadas pelos projetos apoiados.

As doações podem ser feitas pelos telefones 0500 2018 007 (7 reais); 0500 2018 020 (20 reais) e 0500 2018 040 (40 reais). Ou, ainda, pelo site do Criança Esperança durante todo o ano. As doações pelo site podem ser feitas a partir de 1 real.

O Criança Esperança é uma campanha fruto de parceria entre Rede Globo e UNESCO.

A campanha Criança Esperança foi lançada oficialmente no sábado (28). Foto: UNESCO/Criança Esperança

A campanha Criança Esperança foi lançada oficialmente no sábado (28). Foto: UNESCO/Criança Esperança

O Criança Esperança chega a sua 33ª edição com uma rede de 30 mobilizadores, entre artistas, esportistas e jornalistas, que se unem para engajar a sociedade em torno da garantia dos direitos da infância e da juventude. Desde a criação da campanha, em 1986, já foram mais de 4 milhões de crianças e adolescentes beneficiadas pelos projetos apoiados.

No sábado (28), o apresentador da Rede Globo Luciano Huck recebeu dois mobilizadores — Camila Pitanga e Flavio Canto — no palco de seu programa “Caldeirão do Huck” para abrir oficialmente a arrecadação por telefone da edição 2018.

Representante da Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente (EDISCA), uma das instituições selecionadas pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) para receber os recursos da campanha, também esteve presente. Camila Pitanga visitou a sede da escola, em Fortaleza (CE), para conhecer o trabalho desenvolvido pela organização.

Desde o início de junho, os 30 mobilizadores têm visitado projetos em todas as regiões do país. Muitas dessas visitas poderão ser acompanhadas pelo público nas próximas semanas na programação da Rede Globo, na cobertura jornalística e de entretenimento do canal. Nos próximos dias, no site do Criança Esperança, também será possível conhecer as instituições que receberão os recursos arrecadados.

As doações podem ser feitas pelos telefones 0500 2018 007 (7 reais); 0500 2018 020 (20 reais) e 0500 2018 040 (40 reais). Ou, ainda, pelo site do Criança Esperança durante todo o ano. As doações pelo site podem ser feitas a partir de 1 real.

Diálogos da Esperança

Até 5 de agosto, vai ao ar na GloboNews, às 16h, o “Diálogos da Esperança”. Pelo quarto ano consecutivo, o programa reúne especialistas, com a mediação de Pedro Bial, para debater temas fundamentais para a melhoria das condições da infância e da juventude no Brasil.

Este ano, parte dos mobilizadores compôs a plateia, contribuindo com sua própria experiência para o enriquecimento do debate. Eles também levaram questões sugeridas por seus seguidores nas redes sociais.

O primeiro programa foi ao ar no domingo (29) e discutiu educação e racismo. A ativista e criadora do fórum “Sim à Igualdade Racial”, Luana Génot, e a ex-secretária de Educação Básica do Ministério da Educação Pilar Lacerda debateram temas como exclusão escolar.

A segunda parte do programa vai ao ar no dia 5, com a presença de Viviana Santiago, professora e gerente técnica de gênero da Plan International Brasil, e Rodrigo Mendes, fundador do Instituto que leva seu nome. Eles falam sobre inclusão e gênero.

Sobre o Criança Esperança

Há 33 anos, o Criança Esperança cria oportunidades de desenvolvimento para crianças, adolescentes e jovens. Até aqui, mais de 350 milhões de reais, arrecadados por meio de doações, foram investidos no Brasil em mais de 5 mil projetos sociais, beneficiando mais de 4 milhões de crianças e adolescentes em todo país.

É possível fazer doações durante o ano inteiro, pelo site do Criança Esperança. As doações são depositadas diretamente na conta da UNESCO, que é responsável pela seleção de projetos realizada anualmente, por meio de edital público.

Após a seleção, a UNESCO monitora e faz o acompanhamento técnico e financeiro dos projetos apoiados. O Criança Esperança é uma campanha de milhões de brasileiros, uma parceria da Rede Globo com a UNESCO.


Mais notícias de:

Comente

comentários