‘É imperativo fazer com que os três pilares do desenvolvimento caminhem juntos’, afirma ONU

Representantes das Nações Unidas firmaram compromisso de fazer com que os aspectos sociais, econômicos e ambientais não sejam tratados isoladamente na Cooperação Internacional.

“As Nações Unidas e a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento”, painel promovido pela Organização das Nações Unidas em parceria com o Governo do Estado de Rio de Janeiro | Painel 1 - Desenvolvimento Sustentável e Erradicação da Pobreza | Da esquerda para a direita: Representante do UNICEF no Brasil, Gary Stahl Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do RJ, Antonio Claret Subdiretora Geral de Ciências Naturais da UNESCO, Gretchen Kalonji Assessor Especial do PNUD Brasil para a Rio+20, Eduardo Gutierrez Diretora Executiva Adjunta da ONU Mulheres, Lakshmi Puri Diretora de Meio Ambiente e Energia do PNUD, Veerle Wandeweerd. (UNIC Rio / André F. Kishimoto)Representantes de diversas agências das Nações Unidas firmaram hoje (16/6) um compromisso de fazer com que os aspectos sociais, econômicos e ambientais não sejam tratados isoladamente nos programas de cooperação internacional para o desenvolvimento.

“É possível fazer políticas públicas dirigidas aos três pilares do desenvolvimento sustentável (…), desmetindo alguns dos intelectuais (…) que defendem que é preciso fazer primeiro o econômico, depois o social e o ambiental”, afirmou o Coordenador Residente da ONU no Brasil, Jorge Chediek. “É imperativo fazer com que os três pilares caminhem juntos”, acrescentou.

Chediek participou da abertura do Seminário “As Nações Unidas e a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento”, organizado pela ONU em conjunto com o Estado do Rio de Janeiro no Parque dos Atletas.

Contribuição das agências para a Rio+20

No seminário, temas como educação, meio ambiente, habitação, acesso a água, empoderamento das mulheres, desigualdade e outros campos prioritários no trabalho das agências da ONU no Brasil foram abordados na programação, como forma de reforçar o processo prévio da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Participaram do Seminário representantes das seguintes Agências da ONU que atuam no Brasil: Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Organização Internacional do Trabalho (OIT), Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT), Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres), União Internacional de Telecomunicações (ITU), Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (UNESCO).