Duas mulheres representam Brasil em competição de pôsteres sobre Holocausto

Duas mulheres representarão o Brasil na Competição Internacional de Pôsteres sobre o Holocausto: Barbara Nudelman e Júlia Cristofi. A etapa brasileira foi promovida pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) em conjunto com representantes do Yad Vashem no Brasil.

Os quatro pôsteres selecionados foram encaminhados para o comitê internacional para a próxima etapa do concurso, da qual participam artistas do mundo todo. O concurso é uma parceria do Yad Vashem – memorial oficial de Israel para as vítimas do Holocausto – e o Programa das Nações Unidas para Divulgação do Holocausto.

Duas mulheres representarão o Brasil na Competição Internacional de Pôsteres sobre o Holocausto: Barbara Nudelman e Júlia Cristofi. A etapa brasileira foi promovida pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) em conjunto com representantes do Yad Vashem no Brasil.

Os quatro pôsteres selecionados foram encaminhados para o comitê internacional para a próxima etapa do concurso, da qual participam artistas do mundo todo. Os resultados devem ser divulgados em novembro. O concurso é uma parceria do Yad Vashem – memorial oficial de Israel para as vítimas do Holocausto – e o Programa das Nações Unidas para Divulgação do Holocausto.

Para o diretor do UNIC Rio, Maurizio Giuliano, é imperativo lembrar que o Holocausto foi uma tentativa sistemática de eliminar os judeus e outros povos. “Temos que manter as vítimas do Holocausto na nossa memória, e não permitir que tais crimes contra a humanidade se repitam. É indispensável que as novas gerações conheçam o que foi o Holocausto”, afirmou.

Os designs foram selecionados por uma banca de jurados que incluiu especialistas no tema e em design: Noni Geiger, graduada em Desenho Industrial e Comunicação Visual pela ESDI/UERJ e doutora em Comunicação pela UFRJ; Roberto Anunciação Antunes, coordenador de História da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e Coordenador das Jornadas Interdisciplinares sobre o Ensino do Holocausto; e Jayme Gudel, secretário executivo da organização B’nai B’rith.