Documentário mostra uso de tecnologia e inovação para superar desafios das cidades

Documentário produzido com apoio da auditoria e consultoria Deloitte e da Rede Brasil do Pacto Global das Nações Unidas mostra experiências de cidades do mundo todo no uso da tecnologia e da inovação para a promoção do desenvolvimento sustentável. Foto: Reprodução

Documentário produzido com apoio da auditoria e consultoria Deloitte e da Rede Brasil do Pacto Global das Nações Unidas mostra experiências de cidades do mundo todo no uso da tecnologia e da inovação para a promoção do desenvolvimento sustentável.

O filme “Megatendências” discute o que acontecerá no mundo nos próximos 20 anos, mostrando a opinião de especialistas.

O documentário aponta que a tendência do século 21 é enxergar os centros urbanos não apenas como meros espaços eficientes de circulação de pessoas e mercadorias, mas também como ambientes de enriquecimento cultural — onde as atividades humanas devem ser integradas em torno dos pilares do desenvolvimento sustentável e da qualidade de vida.

“Dentro da ideia de cidade inteligente existe o conceito que chamamos de mobilidade inteligente, no qual você integra tecnologias em um ecossistema de transportes, como bicicletas compartilhadas, scooters (…), para mudar o modo como você se relaciona com o meio de transporte urbano”, disse Jonh Skowron, líder global da Deloitte para o setor público.

“Grandes cidades do mundo não têm um design orientado para a vida e uma das provas disso é que as maiores causas de morte no mundo têm a ver com a vida na cidade”, diz a urbanista Natália Garcia, que completa: “cada cidade tem a sua própria vocação para criar sua própria inovação”.

“Sem a participação das empresas não tem como alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) porque não tem dinheiro suficiente, pensando nos governos e nas Organizações Não Governamentais”, declarou Sérgio Saad, especialista em transformação digital e inovação sustentável.

“O grande dinheiro está nas empresas. Empresas precisam mudar sua cadeia de valor para que incorporem a sustentabilidade, e não apenas considerar a inserção em ações pontuais”, completou.

Assista ao documentário “Megatendências”: