Diretor-geral da OMS faz visita oficial ao Brasil

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, fará sua primeira visita oficial ao Brasil, entre os dias 21 e 22 de março. Ele terá reuniões, em Brasília, com autoridades nacionais e conhecerá em maior profundidade o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus. Foto: OMS

Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus. Foto: OMS

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, fará sua primeira visita oficial ao Brasil, entre os dias 21 e 22 de março. Ele terá reuniões, em Brasília, com autoridades nacionais e conhecerá em maior profundidade o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

O diretor-geral também discutirá a cooperação técnica entre o país e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), além de explorar possíveis contribuições do Brasil para a saúde internacional.

Tedros foi eleito pelos Estados-membros da OMS, em maio de 2017, para um mandato de cinco anos. Antes disso, trabalhou na Etiópia como ministro das Relações Exteriores, de 2012 a 2016, e como ministro da Saúde, de 2005 a 2012.

Imediatamente após assumir o cargo, em 1o de julho de 2017, ele propôs cinco principais prioridades para a Organização: cobertura de saúde universal; emergências de saúde; saúde das mulheres, das crianças e dos adolescentes; impactos sobre a saúde do clima e mudanças ambientais; e uma OMS transformada.

Nascido na cidade de Asmara, Eritreia, Tedros é doutor (PhD) em medicina comunitária pela Universidade de Nottingham e mestre (MsC) em imunologia de doenças infecciosas pela Universidade de Londres.