Diretor de centro da ONU aborda fome e desigualdades sociais em palestras pelo Brasil

O diretor do Centro de Excelência contra a Fome — fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas —, Daniel Balaban, realizou esta semana uma série de palestras em Goiânia (GO), São Paulo (SP) e Recife (PE) sobre desigualdade e segurança alimentar e nutricional.

O diretor do Centro de Excelência contra a Fome, Daniel Balaban. Foto: Centro de Excelência contra a Fome

O diretor do Centro de Excelência contra a Fome, Daniel Balaban. Foto: Centro de Excelência contra a Fome

O diretor do Centro de Excelência contra a Fome — fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas —, Daniel Balaban, realizou esta semana uma série de palestras em Goiânia (GO), São Paulo (SP) e Recife (PE) sobre desigualdade e segurança alimentar e nutricional.

Em Goiânia, Balaban participou na segunda-feira (15) do 15º Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Goiás (UFG). O evento fez parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, cujo tema é “Ciência para reduzir as desigualdades”.

O congresso reuniu 6 mil participantes, incluindo professores e estudantes universitários. Balaban fez uma palestra sobre os desafios globais do combate à fome e a importância da cooperação internacional na mesa-redonda “Segurança Alimentar: Reduzindo Desigualdades Sociais”.

No 1º Simpósio de Combate ao Desperdício de Alimentos e Promoção da Segurança Alimentar do Município de São Paulo, realizado na terça-feira (16), Balaban fez a palestra de abertura, na qual abordou os desafios do combate ao desperdício de alimentos e sobre a importância de eliminá-lo para alcançar a Fome Zero.

Balaban também apresentou o trabalho de Cooperação Sul-Sul em segurança alimentar e nutricional realizado pelo Centro de Excelência contra a Fome, e destacou a alimentação escolar como um motor para o desenvolvimento sustentável.

Em Recife, o diretor do Centro abriu a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do Instituto Federal de Pernambuco. O tema do evento foi “A Ciência para Reduzir as Desigualdades” e buscou dialogar com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, especialmente o Objetivo 10 (reduzir desigualdades).

Balaban abordou o papel da tecnologia e da ciência na redução das desigualdades e destacou a contradição de nossas sociedades que desenvolvem tantas tecnologias, mas não conseguem resolver problemas básicos como desigualdade, pobreza e fome.


Comente

comentários