Difícil acesso é entrave para chegada de suprimentos antes do inverno na Ucrânia, alerta ONU

Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários informou que organizações de ajuda estão enfrentando grandes desafios na obtenção de acesso aos mais vulneráveis afetados pelo conflito na região.

Menina espera com sua mãe para obter suprimentos de higiene após sair de sua casa perto do aeroporto de Donetsk, na Ucrânia, para escapar de bombardeio. Foto: UNICEF Ucrânia / Pavel Zmey

Menina espera com sua mãe para obter suprimentos de higiene após sair de sua casa perto do aeroporto de Donetsk, na Ucrânia, e escapar de bombardeio. Foto: UNICEF Ucrânia / Pavel Zmey

Alertando em nome de agências humanitárias que dão início a preparativos críticos para o inverno no leste da Ucrânia, o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários informou que organizações de ajuda estão enfrentando grandes desafios na obtenção de acesso aos mais vulneráveis – um número estimado em 5 milhões de pessoas afetadas pelo conflito que começou na região em abril de 2014.

De acordo com a última atualização mensal do OCHA, os desafios de acesso variam entre preocupações de segurança, entraves burocráticos e restrições logísticas e jurídicas. Estima-se que 2 milhões de pessoas que vivem em áreas ao longo da linha de frente entre as forças governamentais e os grupos armados são as mais vulneráveis e o grupo de maior prioridade em termos de operações de ajuda.

“Estima-se que metade dessas pessoas esteja vivendo em zonas controladas pelo Governo, enquanto o restante vive em áreas não controladas. Tiroteios e bombardeios em vários locais de perigo ao longo da linha de contato estão constantemente colocando em risco a vida de muitos civis e agravando o seu sofrimento”, informou a agência.

Além disso, as agências de ajuda continuam preocupadas, observando o atraso crítico dos esforços para o inverno causado pela suspensão de comboios de ajuda. Eles estão extremamente preocupados, disse OCHA, que a janela de oportunidade para a preparação do para o inverno esteja se fechando. Se o acesso continuar a ser restrito, as agências de ajuda não serão capazes de transportar, armazenar e garantir um abastecimento suficiente de itens essenciais de abrigo para ajudar milhares de pessoas afetadas.