Dia Internacional de Pessoas com Deficiência – 3 de dezembro de 2010

“Dentre as promessas feitas pelos líderes mundiais em setembro na Cúpula Mundial dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) houve o compromisso de melhorar as vidas das pessoas com deficiências.” Leia mensagem de Ban Ki-moon, Secretário-Geral da ONU.

Ban Ki-moon, Secretário-Geral da ONU

O tema do dia Internacional de Pessoas com Deficiência deste ano é “Mantendo a promessa: integrando a deficiência nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”.

Dentre as promessas feitas pelos líderes mundiais em setembro na Cúpula Mundial dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) houve o compromisso de melhorar as vidas das pessoas com deficiências.

Este grupo distinto inclui pessoas próximas de nós – familiares, amigos e vizinhos. De fato, deficiências físicas, mentais e sensoriais são muito comuns e afetam cerca de 10% da população mundial.

A deficiência está, também, altamente associada à pobreza. Pessoas com deficiência representam aproximadamente 20% daqueles que vivem em situação de pobreza nos países em desenvolvimento. Mundialmente, eles sofrem altos níveis de desemprego e frequentemente não têm acesso à educação ou à assistência médica adequadas. Em muitas sociedades, simplesmente não há serviços ou uma estrutura para atender as necessidades desse grupo e eles acabam vivendo em isolamento, desconectados de suas próprias comunidades.

Apesar desses obstáculos, pessoas com deficiências têm demonstrado grande coragem e determinação. Mas, apesar de nos inspirarmos em aqueles que atingem os mais altos níveis de desenvolvimento humano, esses sucessos não devem obscurecer as dificuldades enfrentadas por aqueles que vivem em condições extremamente precárias, privados dos direitos, dos privilégios e das oportunidades disponíveis aos seus semelhantes.

Os governos precisam fazer mais para apoiar e assistir as pessoas com deficiências. Isto significa aplicar a Convenção da ONU sobre os Diretos das Pessoas com Deficiências. Significa, também, incluir suas necessidades nas agendas nacionais dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. No Plano de Ação adotado na Cúpula dos ODM, os líderes mundiais reconheceram que seus esforços têm sido insuficientes.

Neste Dia Internacional, reconheçamos que a batalha contra a pobreza, a doença e a discriminação não será ganha sem a existência de leis específicas, políticas e programas que capacitem esse grupo. Reafirmemos o compromisso de manter viva, na comunidade das pessoas com deficiências, a promessa dos Objetivos. E, vamos incluí-las não somente como beneficiárias, mas como importantes agentes de mudança nos cinco anos que nos faltam até 2015 para atingir esses Objetivos.