Dia Internacional da Luta contra o Uso e o Tráfico de Drogas – 26 de junho de 2012

‘O abuso de drogas e o tráfico ilícito continuam a ter um impacto profundamente negativo no desenvolvimento e estabilidade em todo o mundo. Os bilhões de dólares gerados a partir de drogas ilegais fomentam atividades terroristas e estimulam outros crimes como o tráfico de seres humanos e o contrabando de armas e pessoas.’

Mensagem do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

O abuso de drogas e o tráfico ilícito continuam a ter um impacto profundamente negativo no desenvolvimento e estabilidade em todo o mundo.

Os bilhões de dólares gerados a partir de drogas ilegais fomentam atividades terroristas e estimulam outros crimes como o tráfico de seres humanos e o contrabando de armas e pessoas.

As drogas ilícitas e as redes criminosas atentam contra o Estado de Direito. E a impunidade com que eles fazem os seus negócios causa grande temor e semeia desilusão com a governança, a todos os níveis.
A América Central, por exemplo, enfrenta níveis crescentes de violência alimentados pelo crime organizado transnacional e tráfico de drogas. A região é hoje o lar das maiores taxas de homicídio do mundo.
O desenvolvimento no Afeganistão está sendo dificultado pelas maiores taxas de prevalência de opiáceos do mundo. Em algumas zonas de Mianmar, devido à insegurança alimentar, os agricultores veem-se obrigados a cultivar papoilas como cultura de rendimento.

Este problema também está testando a África Ocidental e Central, que ficam junto a uma das principais rotas do tráfico de droga para a Europa. Muitas vezes com instituições jurídicas e financeiras frágeis, os países da região são altamente vulneráveis.

Além disso, os países de trânsito já não são apenas os elos da cadeia de abastecimento, eles tornaram-se pontos de chegada. Cerca de metade da cocaína traficada através da África Ocidental e Central já permanece na região. Tais mudanças nos padrões de consumo de drogas duras comprometem conquistas alcançadas nas áreas do desenvolvimento sustentável e da boa governança.

As convenções das Nações Unidas sobre o crime, drogas e corrupção constituem uma base sólida para encontrar soluções globais para estes desafios. Juntos, esses instrumentos oferecem uma abordagem equilibrada para deter o tráfico, promover alternativas viáveis para os agricultores de culturas de rendimento, e oferecer aos usuários de drogas saúde e direitos humanos.

Os nossos esforços para promover o desenvolvimento e combater as drogas e o crime será mais eficaz se eles estiverem enraizados em parcerias com os jovens, a sociedade civil, governos e a comunidade internacional. Trabalhando juntos, podemos aliviar o sofrimento de milhões e romper com o poder que as drogas e a criminalidade têm sobre os países, comunidades e famílias.

_____________________
Leia a mensagem de Ban Ki-moon em inglês: www.un.org/en/events/drugabuseday/2012/sgmessage.shtml