DF e Fundo de População da ONU firmam parceria pelos direitos das mulheres

Em meios às comemorações do Dia Internacional das Mulheres, 8 de março, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil firmou uma parceria na sexta-feira com o Governo do Distrito Federal, a fim de promover iniciativas nas áreas de saúde reprodutiva, juventude e desenvolvimento. Cooperação com a agência da ONU prevê capacitações de equipes do poder público e diálogos técnicos e culturais.

Vista aérea de Brasília. Foto: Agência Brasil

Vista aérea de Brasília. Foto: Agência Brasil

Em meios às comemorações do Dia Internacional das Mulheres, 8 de março, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil firmou uma parceria na sexta-feira com o Governo do Distrito Federal, a fim de promover iniciativas nas áreas de saúde reprodutiva, juventude e desenvolvimento. Cooperação com a agência da ONU prevê capacitações de equipes do poder público e diálogos técnicos e culturais.

Durante cerimônia para formalizar a colaboração, o representante do UNFPA no país, Jaime Nadal, ressaltou que o mês de março é um período especial para refletir sobre os direitos das mulheres. Segundo o dirigente, é um momento de celebrar as conquistas, mas também de avaliar o quanto ainda é preciso avançar rumo à igualdade de gênero.

Em 1994, a comunidade internacional se reunia na Conferência do Cairo sobre População e Desenvolvimento, que estabeleceu um novo marco para as políticas de demografia. A estratégia, vigente até hoje, tem foco no direito à saúde sexual e reprodutiva e no empoderamento feminino como elementos do planejamento familiar. O legado do encontro também traz disposições sobre os direitos das crianças e jovens, dos idosos e dos povos indígenas, além de definir conceitos sobre diversidade das estruturas familiares.

“O Programa de Ação da Conferência sobre População e Desenvolvimento, que completa 25 anos em 2019, destaca o valor do investimento em mulheres e meninas, tanto como um fim em si e como uma chave para melhorar a qualidade de vida para todas e todos”, afirmou Nadal durante o evento realizado no Palácio do Buriti.

Com a nova parceria, o UNFPA e o governo do DF vão trabalhar em conjunto para avançar e fortalecer as Agendas de População e Desenvolvimento, Saúde Reprodutiva e dos Direitos Humanos de Adolescentes, Jovens e Mulheres da unidade federativa. O organismo das Nações Unidas e as autoridades devem colaborar de forma ampla e direta na promoção do intercâmbio técnico e cultural, mediante apoio, capacitação, formação e sensibilização de equipes, elaboração de materiais informativos, entre outras iniciativas.

Para a secretária da Mulher do Distrito Federal, Ericka Filippelli, as mulheres ainda possuem muitos direitos a conquistar. “Entendemos que o governo sozinho pode chegar longe, mas com a sociedade civil, com as organizações públicas e privadas, nós podemos chegar muito mais longe. Estamos engajados em mudar a realidade da mulher no Distrito Federal com ações que serão permanentes, a partir deste mês de março”, destacou a chefe da pasta.


Comente

comentários