Desmatamento ameaça clima, economia e comunidades que dependem das florestas, diz Secretário-Geral da ONU

Ban Ki-moon defendeu hoje (17/11) que desmatamento ameça clima, desenvolvimento econômico e vida de comunidades que dependem de florestas.

O desmatamento ameça o clima, o desenvolvimento econômico e a vida de comunidades que dependem de florestas para viver, afirmou nesta quinta-feira (17/11) o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Cerca de 17% do total da emissão de carbono global vem do desmatamento. De acordo com Ban, isso configura a prática como o segundo maior responsável pela liberação de gases de efeito estufa na atmosfera.

Ban Ki-moon esteve hoje na província de Kalimantan Central, na Indonésia, para conhecer um programa piloto para a Redução de Emissão do Desmatamento e Desintegração Florestal (REDD+). O objetivo é criar um valor financeiro para o carbono sequestrado nas florestas e fornecer incentivos para governos e comunidades locais gerirem e preservarem a natureza de forma sustentável.

“Mas deixe-me ser claro: Enquanto a REDD+ pode ter um papel efetivo no engajamento de países em desenvolvimento na luta global contra as mudanças climáticas, não pode substituir uma profunda redução na demissão de gases de efeito estufa nos países desenvolvidos. É complementar”, defendeu Ban.