Delegações de Colômbia, Mali e Moçambique conhecem algodão sustentável da Paraíba

Delegações de países de América Latina e África, parceiros dos projetos de Cooperação Sul-Sul Trilateral com Brasil, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), realizaram esta semana visitas técnicas à Paraíba com o objetivo de conhecer a cadeia de produção do algodão envolvendo pequenos produtores, associativismo e inovações tecnológicas.

Um dos objetivos da visita foi proporcionar aos produtores de Colômbia, Mali e Moçambique um maior conhecimento prático sobre organização, associativismo e inovação nas áreas de pesquisa, produção, extensão rural e agricultura familiar brasileira.

Delegações conheceram o Projeto Algodão da Paraíba e outras iniciativas de desenvolvimento do setor algodoeiro de pequena escala. Na foto, produtor de algodão da Paraíba. Foto: Governo da Paraíba

Delegações conheceram o Projeto Algodão da Paraíba e outras iniciativas de desenvolvimento do setor algodoeiro de pequena escala. Na foto, produtor de algodão da Paraíba. Foto: Governo da Paraíba

Delegações de países de América Latina e África, parceiros dos projetos de Cooperação Sul-Sul Trilateral com Brasil, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), realizaram esta semana visitas técnicas à Paraíba com o objetivo de conhecer a cadeia de produção do algodão envolvendo pequenos produtores, associativismo e inovações tecnológicas.

Em João Pessoa, representantes de Colômbia, Mali e Moçambique, Agência Brasileira de Cooperação (ABC) — do Ministério das Relações Exteriores —, OIT e FAO reuniram-se na segunda-feira (2) com o governador João Azevedo Lins Filho.

O encontro teve por objetivo conhecer o trabalho desenvolvido pelo governo estadual no desenvolvimento da agricultura familiar, no fomento do cooperativismo e na revitalização do algodão sustentável e colorido no estado. Na ocasião, todas as delegações agradeceram o governador pelo apoio que este vem oferecendo ao Programa de Cooperação Sul-Sul.

O grupo também visitou a sede da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (EMPAER), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (SEDAP), onde conheceu o Projeto Algodão da Paraíba e outras iniciativas de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para o desenvolvimento do setor algodoeiro de pequena escala.

Os visitantes foram recebidos pelo secretário da SEDAP, Efraim Morais, e pelo presidente da EMPAER e da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (ASBRAER), Nivaldo Magalhães.

Um dos objetivos da visita foi proporcionar aos produtores de Colômbia, Mali e Moçambique um maior conhecimento prático sobre organização, associativismo e inovação nas áreas de pesquisa, produção, extensão rural e agricultura familiar brasileira.

Até sexta-feira (6), a delegação cumprirá programação de visitas técnicas a campos de algodão localizados nos assentamentos Margarida Maria Alves, Juarez Távora e outros em Alagoa Grande, Salgado de São Felix e Esperança. Também irá conhecer ações-modelo como quintais produtivos e roçados comunitários trabalhados por grupos de mulheres e jovens do município de Rio Tinto.

A OIT desenvolve o “Projeto Algodão com Trabalho Decente – Cooperação Sul-Sul para a Promoção do Trabalho Decente nos Países Produtores de Algodão da África e da América Latina” com a ABC e o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

A iniciativa visa promover o trabalho decente na cadeia produtiva do algodão, com ênfase nos Direitos e Princípios Fundamentais do Trabalho e na melhoria das condições de trabalho em cinco países produtores da fibra: Paraguai, Peru, Mali, Moçambique e Tanzânia.

Governador da Paraíba, João Azevedo Lins Filho (centro, de branco), recebe delegação em João Pessoa. Foto: Governo da Paraíba

Governador da Paraíba, João Azevedo Lins Filho (centro, de branco), recebe delegação em João Pessoa. Foto: Governo da Paraíba