Curso da ONU promove aproximação de policiais com comunidades em Lauro de Freitas (BA)

Projeto debateu a relação entre a polícia e a comunidade de forma vivencial e participativa.

Policiais militares de Itinga recebem certificados de curso de Policiamento Comunitário. Foto: Bruna Hercog/PNUD-Programa Conjunto da ONUPromovido pelo Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) em parceria com o Instituto dos Estudos da Religião (ISER), o curso “Reflexões sobre segurança pública e policiamento comunitário” realizou na semana passada cerimônia de entrega dos certificados para os policiais participantes, no auditório do Colégio Mendel, em Vila do Atlântico, em Lauro de Freitas, na Bahia.

O curso debateu a relação entre a polícia e a comunidade de forma vivencial e participativa. O projeto foi realizado em Lauro de Freitas e direcionado para policiais da região, com a primeira edição em agosto envolvendo 80 participantes, entre policiais militares, civis bombeiros e guardas civis.

Em novembro, ocorreu a segunda edição, que partiu da demanda dos próprios policiais e reuniu 50 oficiais das Bases Comunitárias de Itinga, Calabar, Rio Sena, Nordeste de Amaralina e Fazenda Coutos.

A inciativa está inserida no Programa Conjunto da ONU “Segurança com Cidadania: prevenindo a violência e fortalecendo a cidadania com foco em crianças, adolescentes e jovens em condições vulneráveis em comunidades brasileiras”, que está sendo implementado nos municípios de Lauro de Freitas (BA), Contagem (MG) e Vitória (ES).

Por meio do estímulo ao cumprimento voluntário de regras, da autorregulação do comportamento e da promoção de mecanismos de controle social, o Programa Conjunto busca prevenir as diversas formas de violência que afetam a população de 10 a 24 anos em situação de vulnerabilidade.