Cuba sediará reunião bienal de avaliação da CEPAL

De 7 a 11 de maio, o país caribenho receberá autoridades dos 46 Estados-membros da agência da ONU, que realizará em Havana seu 37º Período de Sessões. O evento define orientações para o trabalho do organismo regional.

Fachada do Capitólio, em Havana. Foto: Flickr (CC)/Frans Persoon

Fachada do Capitólio, em Havana. Foto: Flickr (CC)/Frans Persoon

Em 2018, Cuba sediará a reunião bienal mais importante da Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (CEPAL). De 7 a 11 de maio, o país caribenho receberá autoridades dos 46 Estados-membros da agência da ONU, que realizará em Havana seu 37º Período de Sessões. O evento define orientações para o trabalho do organismo regional.

A CEPAL apresentará um relatório de atividades e proporá uma análise dos avanços nos países latino-americanos e caribenhos, tendo em vista o cumprimento até 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). No fórum, países discutirão os temas de maior relevância para o crescimento socioeconômico da região.

A secretária-executiva da agência da ONU, Alicia Bárcena, lembra que a promoção da igualdade foi a pauta que orientou as últimas quatro reuniões bienais da CEPAL. “Mantemos a igualdade no centro de nossas propostas e destacamos a importância de acabar com a cultura do privilégio, uma condição central para avançar rumo ao desenvolvimento sustentável”, defende a dirigente.

A escolha de Cuba para sediar o evento foi anunciada neste mês (23), após encontro de Alicia com o ministro de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro do país, Rodrigo Malmierca.

Para saber mais sobre o 37º Período de Sessões, clique aqui.


Comente

comentários