Crianças palestinas desafiam criminosos para bater recorde mundial de pipas

Mais de 13 mil jovens empinaram pipa em acampamento em Gaza, horas depois de ataque que incendiou parte das instalações das Nações Unidas.

Mais de 13 mil crianças empinam pipa durante Jogos de Verão em Gaza

Desafiando a intimidação, mais de 13 mil crianças empinaram pipas em Gaza para recuperar o recorde mundial da modalidade – de 10.465 crianças chinesas -, horas depois do ataque a um acampamento de verão das Nações Unidas, nesta quinta-feira (28/07).

“Superar a China é um feito difícil para as crianças de Gaza”, disse o Diretor Interino da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos (UNRWA) em Gaza, ChristerNordahl. “Mas elas participaram do desafio de forma brilhante, como já o fizeram três vezes neste ano.”

A nova façanha de pipas segue a quebra de três recordes mundiais nas últimas semanas – o de maior número de para-quedas a partir do solo, o de maior número de pessoas driblando bolas de futebol e a criação da maior pintura a mão.

“Trouxemos felicidade para o nosso país quebrando o recorde mundial,” disse Nadia el-Haddad, de 13 anos. “Hoje, porque quebramos o recorde mundial, sinto que tenho direitos e que sou como qualquer outra pessoa no mundo.”

“Fico feliz quando empino pipa. Somos os melhores!”, comemorou Abdullah Musleh, de 11 anos. “Fiz a bandeira palestina na minha pipa e quando a empino sinto como se estivesse erguendo meu país e minha bandeira, levando-os ao céu”, contou Rawia Abd el-Dain, também de 11 anos.

É o quinto ano que a UNRWA organiza os Jogos de Verão – que inclui esportes, artes e outras atividades para 250 mil crianças.