Cozinha&Voz lança primeira turma de capacitação para assistente de cozinha no Rio de Janeiro

O Projeto Cozinha&Voz, uma iniciativa da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a chef de cozinha e apresentadora Paola Carosella e com a ONG Casa Poema, da poeta e atriz Elisa Lucinda, abriu na terça-feira (12) as inscrições para a primeira edição do projeto no Rio de Janeiro.

O curso conta com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio de Janeiro (SENAC-RJ) e oferece 20 vagas para transexuais se formarem como Assistentes de Cozinha. A seleção acontece nos dias 12 e 13 de novembro, no MPT, e as aulas têm previsão de início no final de novembro, no SENAC-RJ.

O Cozinha&Voz faz parte do Projeto de Promoção do Trabalho Decente para Pessoas em Situação de Vulnerabilidade, desenvolvido conjuntamente pela OIT e pelo MPT com objetivo de promover a empregabilidade de pessoas em grupos de risco, incluindo-as no mercado de trabalho decente e seguro.

Projeto oferece cursos de capacitação para incluir no mercado de trabalho seguro pessoas em situação de vulnerabilidade. Foto: Cozinha&Voz.

Projeto oferece cursos de capacitação para incluir no mercado de trabalho seguro pessoas em situação de vulnerabilidade. Foto: Cozinha&Voz.

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Ministério Público do Trabalho (MPT), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio de Janeiro (SENAC-RJ); a cozinheira Paola Carosella; e a ONG Casa Poema, lançaram na terça-feira (12) o processo de seleção para a primeira turma, no Rio de Janeiro, do projeto Cozinha&Voz, voltado para a formação profissional de assistentes de cozinha.

A seleção da primeira turma, que reunirá um grupo de 20 transexuais, ocorrerá nos dias 12 e 13 de novembro no MPT e as aulas serão ministradas entre o final de novembro e o começo de dezembro no Centro Politécnico do SENAC-RJ.

Sobre o projeto Cozinha&Voz

O Cozinha&Voz faz parte de uma iniciativa mais ampla: o Projeto de Promoção do Trabalho Decente para Pessoas em Situação de Vulnerabilidade. Desenvolvido conjuntamente pela OIT e pelo MPT, o projeto visa promover a empregabilidade de pessoas em grupos de risco que sofrem as mais diversas discriminações e preconceitos (racial, social, de gênero ou orientação sexual), com o objetivo de incluí-las no mercado de trabalho decente e seguro.

O Cozinha&Voz baseia-se em dois componentes.

O componente Cozinha conta com a coordenação técnica da cozinheira Paola Carosella e com o apoio de Neide Rigo e Fernanda Cunha.

Já o componente Voz, coordenado pela atriz e poeta Elisa Lucinda e pela atriz e diretora Geovana Pires, é composto por uma oficina de uma semana, em que alunas e alunos, por meio da poesia, criam novas ferramentas para a comunicação no trabalho, acessam sonhos e constroem novos caminhos.

O Projeto mobiliza ainda empresas para garantir a empregabilidade dos participantes formados pelo curso.

De São Paulo para todo o Brasil

Primeira turma no Rio de Janeiro oferece 20 vagas para transexuais no curso de Assistente de Cozinha. Foto: Jason Lowe/Cozinha&Voz.

Primeira turma no Rio de Janeiro oferece 20 vagas para transexuais no curso de Assistente de Cozinha. Foto: Jason Lowe/Cozinha&Voz.

A primeira turma do Cozinha&Voz foi organizada com 25 pessoas transexuais, em São Paulo, em outubro de 2017.

Nos anos seguintes, o projeto avançou pelo Brasil e foram organizadas novas turmas em: Salvador, para 24 jovens negras e negros na comunidade do Calabar; Goiânia, para 35 pessoas transexuais; Campo Grande, para mulheres em situação de violência doméstica e em privação de liberdade; outra em São Paulo, para 96 pessoas transexuais; e em Porto Velho, para 38 homens e mulheres transexuais e mulheres em situação de violência.

Em cada local, e com cada grupo, são realizadas atividades e cursos específicos, como rodas de conversa sobre legislação, saúde, retificação de documentos, direitos trabalhistas, elaboração de currículos, dança, arte, música, fotografia, entre outros.