Copa do Mundo: ONU lança campanha de vacinação contra sarampo e rubéola

O aumento de viagens internacionais e o movimento de pessoas em grandes eventos como a Copa do Mundo aumenta o risco de importar casos de sarampo, rubéola e outras doenças evitáveis.

Criança toma a vacina contra o sarampo. Foto: UNICEF/Alaa Malhas

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) lançou nesta quinta-feira (25) uma campanha de vacinação, tendo como alvo especial o sarampo e a rubéola, a ser realizada antes da Copa do Mundo no Brasil. Como a transmissão endêmica destas doenças já foi interrompida no continente – porém continua em outras partes do mundo – existe o risco das doenças serem reintroduzidas.

O aumento de viagens internacionais e o movimento de pessoas no âmbito de grandes eventos como a Copa do Mundo aumenta o risco de importar casos de sarampo, rubéola e outras doenças evitáveis por vacinação. Por essa razão, a OPAS/OMS está convocando os viajantes a verificarem se suas vacinas estão em dia.

A Semana de Vacinação nas Américas, que acontece entre 26 de abril e 3 de maio, prevê a vacinação de mais de 63 milhões de pessoas de todas as idades com uma ampla gama de doenças, incluindo a poliomielite, rubéola e a síndrome da rubéola congênita.

O tema deste ano “A vacinação é sua melhor jogada” é uma chamada à ação para proteger a população contra doenças que podem ser prevenidas através de vacinas no contexto da Copa do Mundo, que deve atrair cerca de 600 mil pessoas para o Brasil. Dos 32 países que participam da Copa, 19 tiveram casos de sarampo em 2013.