Copa do Mundo de Futebol tem aplicativo para mulheres em situação de violência

Ferramenta atende mulheres em situação de violência e pessoas que ajudem na denúncia das agressões. Aplicativo permite acesso direto à Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, que tem apoio da ONU Mulheres Brasil.

Aplicativo pode ser baixado na Apple Store e Google Play. Na internet, informações estão disponíveis no site www.clique180.org.br

Aplicativo pode ser baixado na Apple Store e Google Play. Na internet, informações estão disponíveis no site http://www.clique180.org.br

Contatos de serviços públicos de atendimento a mulheres em situação de violência em todo o Brasil, Lei Maria da Penha e ferramenta colaborativa para mapear os locais das cidades que oferecem risco às mulheres. Tudo isso na palma da mão de torcedores e torcedoras da Copa do Mundo de Futebol que acontecerá no Brasil, de 12 de junho a 13 de julho.

O aplicativo Clique 180 tem conteúdo em português e está em disponível para os sistemas IOS e Android. Pode ser baixado na Apple Store ou na Google Play. Para tanto, basta digitar “Clique 180” e seguir os passos de instalação. Outra forma de acesso é no portal www.clique180.org.br

A ferramenta mobile atende tanto mulheres em situação de violência quanto pessoas que ajudem na denúncia das agressões. O aplicativo permite acesso direto à Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR). Contém informações sobre os tipos de violência, dados de localização dos serviços públicos de atendimento às mulheres e sugestões de rota física para chegar até eles.

A ferramenta está sendo amplamente divulgada no Brasil por meio da campanha Violência contra as Mulheres – #Euligo, da SPM, em TV, internet, impressos, metrô e ônibus. A divulgação tem o apoio das atrizes Luana Piovani e Sheron Menezzes. O Clique 180 foi desenvolvido pela SPM, pela Embaixada Britânica e pela ONU Mulheres Brasil.

A iniciativa é resultado do piloto SmartWomen App, criado em 2013, pelo programa conjunto Cidades Seguras e Sustentável para Todos – “Rio por Elas”, numa parceria entre ONU Mulheres, ONU-Habitat e UNICEF.

O Ligue 180 já realizou mais de 3 milhões de atendimentos, de 2006 a 2014. É um disque-denúncia, com capacidade de acionamento imediato dos sistemas de segurança pública e de justiça em todo Brasil. No exterior, atende brasileiras que estejam na Espanha, na Itália e em Portugal desde 2011.